Levando fé e esperança, Templo de Umbanda Pai Ogum Beira Mar e Mãe Oxum completa 35 anos


Por: Portal Arauto
Publicado 21/07/2022 07:00

Geral   FÉ

 Com início das atividades em Vera Cruz, o Templo de Umbanda Pai Ogum Beira Mar e Mãe Oxum, fundado pelo Pai Antônio de Ogum, completa nesta quinta-feira (21) 35 anos. Desde 1992 está instalado em Santa Cruz do Sul - na Rua Cambará, número 530, Bairro Esmeralda - e realiza diversas ações sociais, além de propagar a religiosidade. 

Conforme o Pai Antônio, o Templo de Umbanda iniciou os trabalhos com passes mediúnicos, benzeduras para diversos fins, consultas ao baralho cigano e aos búzios, oráculo divinatório do culto aos deuses africanos chamados Orixás, aconselhamentos e sessões mediúnicas abertas à comunidade. "Com um olhar holístico e cuidadoso, eu vi necessidade de desenvolver a prática da caridade também, através da doação de alimentos, pois as queixas de doenças e problemas eram, muitas vezes, fome", comenta.

Junto à esposa e companheira de vida, Mãe Lourdes de Iemanjá, além da colaboração de diversas pessoas, foi fundada a Associação de Apoio a Pessoas Carentes e Necessitadas de Santa Cruz do Sul, sendo implementadas campanhas para arrecadação de alimentos, brinquedos, cestas de Páscoa e Natal, agasalhos e utensílios domésticos.

O templo, conforme ele, mantém as tradições da Umbanda e, também, é um ponto de acolhimento à comunidade, reconhecido a nível nacional como polo de preservação e resistência da cultura afro-brasileira. "O carro-chefe da entidade é a caridade, realizada através dos passes espirituais que ocorrem durante as sessões de Umbanda quinzenais e as campanhas de ajuda aos mais necessitados que, com o passar dos anos, tornaram-se semanais, quase que diárias", ressalta Pai Antônio. 

O guia chefe do terreiro é a entidade chamada Ogum Beira Mar, carinhosamente conhecida. "A Umbanda é uma religião brasileira, fundada através da união do xamanismo indígena, do culto aos Orixás africanos e, também, do catolicismo. O propósito da Umbanda é a busca da evolução espiritual, pessoal e da força interior de cada ser humano através dos ensinamentos da natureza e dos seres elementares", explica. 

Segundo o Pai Antônio, as campanhas de arrecadação de donativos tiveram início um pouco antes da fundação da Associação de Apoio a Pessoas Carentes, mas foram intensificadas com o decorrer do tempo. Cerca de três anos atrás, as campanhas eram feitas de porta em porta, a pé, quando era explanado o trabalho e pedida a colaboração da comunidade com a doação de 1 kg de alimento não perecível: "Atualmente, contamos com a ajuda de alguns mercados da cidade que cedem espaço na entrada dos estabelecimentos para ali recebermos as doações de clientes em compras, o que pra nós, hoje, é a melhor alternativa.Temos um calendário estruturado para o ano todo com diversas atividades". 

Feliz em poder fazer a diferença na vida das pessoas, Pai Antônio ainda comenta: "Me sinto feliz em ser da Umbanda. Não existe religião melhor, o que existe é o amor a Deus sobre todas as coisas e uma busca infinita pelo ser melhor a cada dia, sem odiar ninguém, sem ofender, sem magoar, sem diminuir ou menosprezar o próximo". 


Foto: Arquivo Portal Arauto
Centro, fundado pelo Pai Antônio de Ogum, também realiza diversas ações sociais ao longo do ano em Santa Cruz
Centro, fundado pelo Pai Antônio de Ogum, também realiza diversas ações sociais ao longo do ano em Santa Cruz

Foto: Divulgação
Ações sociais de Natal e Páscoa costumam ser realizadas
Ações sociais de Natal e Páscoa costumam ser realizadas

Foto: Divulgação
Levando fé e esperança, Templo de Umbanda Pai Ogum Beira Mar e Mãe Oxum completa 35 anos