Mais de 700 famílias com direito ao Auxílio Brasil não buscaram o benefício em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 17/06/2022 07:40
Atualizado 17/06/2022 16:03

Geral   BENEFÍCIO

Parte das atenções da Secretaria de Habitação, Desenvolvimento Social e Esporte está na busca ativa das pessoas que têm direito ao Auxílio Brasil. Uma estimativa divulgada pelo secretário Everson Carvalho de Bello demonstra que são 723 famílias que poderiam receber o benefício coordenado pelo Ministério da Cidadania. 

Caso todas as famílias que têm direito busquem o Auxílio Brasil, seriam injetados quase de R$ 300 mil mensais na economia santa-cruzense.  “Nós juntamos forças e estamos, literalmente, catando à unha as pessoas para que a gente possa estar contemplando”, colocou Bello.

De acordo com as normas do Auxílio Brasil, estabelecidas pelo Governo Federal, têm direito ao benefício aquelas famílias com rendimentos mensais de até R$ 200 per capita. A orientação é que as pessoas que se enquadrem nos critérios busquem o Cras Integrar, Cras Beatriz Frantz Jungblut ou Cras Central.


Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Caso todas as famílias que têm direito busquem o Auxílio Brasil, seriam injetados quase de R$ 300 mil mensais na economia santa-cruzense
Caso todas as famílias que têm direito busquem o Auxílio Brasil, seriam injetados quase de R$ 300 mil mensais na economia santa-cruzense