Programa Farmácia Solidária é lançado oficialmente em Vera Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 07/06/2022 15:00

Geral   REPASSE

Ainda que Vera Cruz já estivesse engajada desde março deste ano no projeto Solidare - Farmácia Solidária, em lei estadual de autoria da deputada estadual Fran Somensi, e que em nível municipal tem autoria do Legislativo, em  proposta do vereador Flávio Schüncke, foi somente na manhã de sábado (4), junto à Praça José Bonifácio, que a iniciativa foi oficialmente lançada na Capital das Gincanas. O evento, organizado pelos acadêmicos de graduação da Faculdade Censupeg, em uma realização da Prefeitura Municipal de Vera Cruz, através da Secretaria da Saúde, com apoio do Grupo PróVida, Mercadão dos Óculos e Liga Feminina de Combate ao Câncer, contou, além do recolhimento de medicações, com a aferição de temperatura, teste de glicose e feira de adoção de animais.

O programa está sob coordenação da Secretaria Municipal de Saúde, com apoio das Secretarias de Educação e Desenvolvimento Social e, na prática, consiste em a comunidade, empresas do segmento farmacêutico, clínicas e profissionais da saúde doarem junto à Farmácia Municipal os medicamentos que não têm mais utilidade, ou mesmo amostras grátis, e quem precisa, mas não tem condições de custear, pode ter acesso ao tratamento de forma gratuita. “Estou muito feliz com o progresso do projeto.Me inspirei muito no projeto estadual quando vi que estava dando certo em outros municípios e sabendo que para Vera Cruz teria um duplo benefício, uma vez que auxilia pessoas a receberem medicação gratuita e, por outro lado, promove o descarte correto de medicamentos vencidos pela equipe da Farmácia Municipal. É lindo de ver que hoje já vieram pessoas doar, que souberam da campanha e que esse projeto surge do esforço independente de partido, uma vez que a causa é muito maior, pois quem sai ganhando é a comunidade”, comemorou Flávio. 

Desde março, conforme a farmacêutica da Farmácia Municipal Jamile Helena Marques, os medicamentos são recebidos, sendo que para serem repassados precisam estar dentro da validade, passando por uma triagem, muitas vezes, em parceria com acadêmicos de enfermagem. “A gente nota que há uma preocupação da comunidade em fazer uma triagem em casa, quando termina um tratamento ou quando um familiar vai a óbito. Claro, também há uma boa parte destas medicações que são vencidas, o que também nos alegra, uma vez que temos a possibilidade de fazer o descarte correto. A partir da divulgação na imprensa e quanto mais as pessoas conhecem, mais o programa tem se movimentado, conseguindo repassar os medicamentos à população que precisa, que aos poucos também tem vindo nos procurar”, enfatizou.

Da mesma forma, a secretária de Saúde, Clair Tornquist, acredita que com a criação da lei municipal e a consolidação do programa no município são possibilitadas inúmeras vantagens, entre elas, a troca de medicamentos com outros municípios, numa eventual falta destes. “Como no momento atual em que estamos passando por uma dificuldade na entrega de medicamentos pelos fornecedores, vemos o programa como um importantíssimo gargalo, ainda mais por beneficiar a população que tanto precisa, mas não pode comprar. E, neste sentido, tendo a comunidade também como grande parceira”, frisou ela, ao citar a soma de esforços que possibilitou o evento de sábado. “O vereador Flávio puxou a frente desta lei, recebendo o apoio e orientação desde o início da deputada Fran Somensi e ficamos imensamente gratos com o contato das acadêmicas da Censupeg, que estão trabalhando a temática, para promover o evento de hoje. Sem esquecer os esforços das equipes de Saúde, também de entidades e empresas parcerias neste dia”, complementou. 

Evento foi um marco

O evento teve participação também do prefeito Gilson Becker e vice-prefeito Claudério Ferreira e outros políticos, entre eles, a deputada Fran Somensi. Na ocasião, ela destacou que 27 municípios do Estado já aderiram ao projeto, beneficiando milhares de pessoas. “Esse é um programa que exige o comprometimento da comunidade, mas também um trabalho grande das equipes que fazem a triagem e repassam estes medicamentos e vejo que aqui no município está funcionando muito bem. O mais bonito é que, lá no fim, essas medicações beneficiam pessoas que realmente precisam, pois não conseguimos nem imaginar como é o sofrimento de quem tanto precisa deles, mas não pode comprar”, vibrou a deputada que, no sábado, fez a doação de seis caixas repletas de medicamentos à Farmácia Muncipal. 

Dispensação dos medicamentos

A dispensação dos medicamentos relativos ao programa é feita mediante apresentação de receita médica original emitida no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), documento de identificação com foto, comprovação de residência em Vera Cruz e comprovação de renda mensal pessoal de até um salário mínimo (R$ 1.212).


Foto: Jornal Arauto / Taliana Hickmann
Em evento no sábado, deputada Fran Somensi repassou medicações à Farmácia
Em evento no sábado, deputada Fran Somensi repassou medicações à Farmácia