Processo licitatório abre nesta sexta para pavimentar estrada geral de Linha Henrique D'Ávila


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 13/05/2022 11:29
Atualizado 13/05/2022 11:29

Geral   SONHO MAIS PRÓXIMO

Após a Câmara de Vereadores aprovar na segunda-feira, dia 9, o Projeto de Lei 083/2022, que autoriza a abertura de créditos no montante de R$ 4.301.811,15 para pavimentação da VRS-847, a estrada geral de Linha Henrique D’Ávila, em Vera Cruz, está sendo publicado no site da Prefeitura nesta sexta-feira, dia 13, o processo licitatório, na modalidade de Concorrência Pública, visando a contratação da empresa que realizará a obra. A autorização por parte do Governo do Estado para a abertura do processo licitatório do projeto ocorreu no dia 28 de abril. 

No total, o projeto prevê investimento de R$ 4.301.811,15, aplicados na pavimentação de 5,2 quilômetros, a partir da Vila Triângulo – no final do asfalto - até a Igreja São José. A obra será custeada com recursos de R$ 2 milhões repassados pelo Estado – e confirmados com a habilitação do Município ao programa Pavimenta RS, em 8 de dezembro de 2021 -, além de R$ 1.441.714 de emenda parlamentar do deputado Marcelo Moraes, e R$ 860.097,15 de recursos próprios do Município.

A licitação, explica o gestor municipal, será dividida em duas etapas. Agora, está sendo licitado o primeiro trecho que receberá a pavimentação, em valor estimado de R$ 2.674.845,73, custeado com o aporte financeiro do Estado e parte da contrapartida do Município. O trecho corresponde a 3,2 quilômetros, com 8 metros de largura de pista, totalizando 25.600 metros quadrados de pavimentação. A data de abertura das propostas será 15 de junho. A segunda etapa que receberá a melhoria, no trecho restante, será licitada logo assim que autorizado pela Caixa Econômica Federal o uso dos recursos provenientes de emenda parlamentar. O restante do valor referente à contrapartida do Município também será empregado nesta etapa. “A licitação foi dividida em duas etapas justamente por esse valor de emenda parlamentar ter de passar pela Caixa”, enfatiza Becker. 

A EXECUÇÃO DA OBRA

No projeto contemplado no programa Pavimenta, a Prefeitura irá executar a preparação da base da cancha para o recebimento de bloquetes, como é conhecido o piso intertravado de concreto - da mesma forma como foram executados os calçamentos de 47 ruas da área urbana -, além dos acessos às propriedades. Já a licitação para contratação da empresa, em andamento, contempla a pavimentação com os blocos de PVS do trecho de 3,2 quilômetros com oito metros de largura de pista, sendo todo o meio-fio rebaixado nas laterais, a base de pó de brita e a mão de obra. “Vamos exigir que a empresa mantenha sempre uma equipe de no mínimo seis pessoas na frente de obra que está sendo executada, para dar agilidade aos trabalhos”, enfatiza o prefeito.

OUTRO TRECHO

Para que seja possível pavimentar um trecho maior, além da Igreja São José, também estão garantidas outras três emendas parlamentares: uma de R$ 200 mil do Heitor Schuch, R$ 100 mil de Pompeo de Mattos e R$ 250 mil de Liziane Bayer.


Foto: Jornal Arauto / Taliana Hickmann
Em primeira etapa, obra vai contemplar trecho de 3,2 km
Em primeira etapa, obra vai contemplar trecho de 3,2 km