Confira o que prevê o cronograma de investimentos da Corsan em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 09/05/2022 06:38
Atualizado 09/05/2022 08:19

Geral   ABASTECIMENTO

Após a assinatura, em março, do termo aditivo ao contrato com a Corsan para o cumprimento do Marco Legal de Saneamento, diversos investimentos estão previstos para Santa Cruz do Sul até 2033. Conforme novo marco regulatório do saneamento, há algumas premissas que são importantes e que foram definidas no novo termo aditivo. Os investimentos chegam a um total de R$ 472 milhões.

Entre as premissas está a universalização do sistema de esgotamento sanitário até 2033, atingindo 90% da população urbana da área de concessão e 99% da universalização do sistema de abastecimento de água. Há investimentos no que se refere ao abastecimento de água - de 2022 até 2027 - e investimentos em relação ao esgotamento sanitário que deverão ser feitos de 2022 até 2033.

De acordo com o superintendente regional da Corsan, José Epstein, no plano de investimento de abastecimento de água há a execução de adutora de água bruta, obra que necessita ser finalizada neste ano: "Nós vamos fazer uma compensação pela utilização do espaço no Bairro Santo Antônio onde foi implantado um reservatório. Agora nós vamos fazer uma urbanização de uma praça, então ficamos com essa compensação pra ser feita também". Segundo Epstein, também deve ser feita a implantação de um reservatório elevado de 500 m³ o qual será implantado no Corredor Frey. A intenção é fazer a adequação da elevatória de água bruta, ampliando, assim, a capacidade de adução.

O objetivo é ainda fazer a execução de uma nova tomada de água desde o Lago Dourado até a Estação de Bombeamento de Água Bruta de aproximadamente 324 metros e com uma nova elevatória de 800 litros por segundo. Também será construído um novo reservatório apoiado na região sul, de 2 mil metros cúbicos, sendo um reforço para Linha Santa Cruz e Linha João Alves.

Entre as obras do cronograma de investimentos ainda está a duplicação da adutora que vem da barragem até o Lago Dourado, aumentando a velocidade de recarga do lago. Também está sendo dado início a um reservatório apoiado no Morro da Cruz, cuja obra já está licitada e homologada. Já a nova Estação de Tratamento de Água está sendo erguida e deve ser entregue até 2025.

De acordo com o superintendente regional, no que tange a parte de esgotamento sanitário está prevista a ampliação das redes de esgoto - das bacias PR e PE: "É uma obra que a gente já licitou, já contratou e deu ordem de início. Vamos fazer ainda em 2023 a ampliação do projeto da ETE, adequações da ETE e execuções de ampliação. Tem ao longo de 2023 até 2033 uma série de obras que acabam totalizando as obras necessárias para investimento de universalização".


Foto: João Paulo Flores/Corsan
Após a assinatura do termo aditivo ao contrato com a Corsan, diversas obras foram projetadas
Após a assinatura do termo aditivo ao contrato com a Corsan, diversas obras foram projetadas