Assembleia do Corede debate aplicação dos recursos da Consulta Popular


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 04/01/2022 13:17
Atualizado 04/01/2022 13:18

Geral   DESENVOLVIMENTO REGIONAL

O Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede/VRP) realizou uma assembleia remota, por videoconferência, na manhã desta terça-feira (4), quando debateu os encaminhamentos dos recursos da Consulta Popular 2021/2022, cujo processo se encerrou no dia 15 de dezembro.

O presidente do Corede/VRP, Heitor Álvaro Petry abriu a assembleia, quando avaliou como positiva a participação da população, que ficou como a região de maior votação do Estado, com 10.363 eleitores. “Foi uma pena que Santa Cruz do Sul não tenha atingido o índice dos 2% de recursos e ter ficado fora do rateio, porém, entendemos a dificuldade em mobilizar os eleitores”, citou. Heitor ainda mencionou a dificuldade inicial com o processo de votação, que foi realizado pelo aplicativo Colab, o que foi um dos entraves para uma participação maior.

A região elegeu dois projetos na área da agricultura e um na área do desenvolvimento econômico. O mais votado foi “Fortalecer e ampliar ações para a produção primária de alimentos pela agricultura familiar”, que levou 4.738 votos. A proposta envolve a destinação de recursos para estruturação da Cooperativa dos Apicultores Familiares do Brasil (Copromel) como compra de materiais, equipamentos e capacitação dos produtores no Vale do Rio Pardo. Aqui serão contemplados 14 municípios do Baixo Vale.

O segundo projeto mais votado foi “Fundo Garantidor – RS GARANTI”, que fez 2.174 votos. Esse projeto é voltado a constituir um fundo de aval enquanto garantia em operações de crédito, especialmente de micros e pequenos empreendedores em municípios do Vale do Rio Pardo. Neste projeto, serão contemplados os 13 municípios do Baixo Vale, já que Herveiras também não teve votação para esta opção.

E o terceiro projeto, que fez 1.955 votos, foi “Correção do solo”.  A proposta envolve a destinação de recursos para implantação de práticas conservacionistas, aquisição de corretivos e adubo orgânico para recuperar a fertilidade do solo na região do Vale do Rio Pardo. Neste projeto os recursos vão ser destinados aos oito municípios do Centro Serra, via modalidade convênio com o município.

Os oito municípios da microrregião Centro Serra (Arroio do Tigre, Estrela Velha, Ibarama, Lagoa Bonita do Sul, Passa Sete, Segredo, Sobradinho, Tunas) cumpriram com os 2% dos eleitores, sendo que o recurso (1/3), no valor de R$ 371.428.57 será dividido igualmente entre eles, ficando R$ 46.428,62 para cada um. Modalidade “convênio” com o município.

O valor total para a Consulta Popular de 2021/2022 é de R$ 1.114.285,71, dividido em 2/3 para o Baixo Vale (R$ 742.857,14) e 1/3 para o Centro Serra (R$ 371.428,57). A partir de agora, ocorrem os cadastros dos projetos junto ao Governo do Estado, a fim de que possam ser contemplados no orçamento estadual deste ano. A data limite será no dia 7 de fevereiro.


Foto: Divulgação
Valor total para a Consulta Popular de 2021/2022 é de R$ 1.114.285,71
Valor total para a Consulta Popular de 2021/2022 é de R$ 1.114.285,71