Prefeitura de Santa Cruz decreta luto oficial de três dias pela morte da escritora santa-cruzense Lya Luft


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa e G1
Publicado 30/12/2021 12:19
Atualizado 30/12/2021 13:18

Geral   LUTO NA LITERATURA

A Administração Municipal de Santa Cruz do Sul, em nome da prefeita Helena Hermany, divulgou nota manifestando o profundo pesar pelo falecimento da escritora santa-cruzense Lya Fett Luft, ocorrido na manhã desta quinta-feira (30).  Em função da morte, a Prefeitura decretou luto oficial de três dias.

Nascida em Santa Cruz do Sul em 1938, em sua carreira literária, sempre descreveu suas origens em relatos sobre sua infância e os vínculos cultivados por aqui. A ela nosso agradecimento por sempre enaltecer o município, agora eternizado em suas publicações. 

A prova de seu amor por sua cidade natal ocorreu também em 2003, quando recebeu o título de Cidadã Honorária. Em seu pronunciamento, exaltou o município, dizendo que Santa Cruz “é um reduto de beleza”, e de que seria “a cidade mais charmosa do interior do Estado do Rio Grande do Sul”. 

SOBRE O FALECIMENTO

A escritora Lya Luft faleceu na madrugada de quinta-feira (30) em Porto Alegre, segundo sua filha, Suzana Luft. Natural de Santa Cruz do Sul, ela tinha 83 anos. Lya faleceu em casa.

Segundo Suzana, Lya lutava há 7 meses contra um melanoma, descoberto já com metástase. Ficou internada, mas pediu para ir para casa antes do Natal. Ainda de acordo com a filha, Lya morreu enquanto dormia.

A cerimônia de despedida deve ser restrita à família. A Academia Riograndense de Letras se manifestou sobre o falecimento. "Comunico falecimento da Lya Luft, nossa escritora do ano, nesta madrugada. Nossa homenagem chegou em tempo e trouxe alegria aos seus últimos dias", informou o presidente da entidade, Rafael Bán Jacobsen.


Foto: Divulgação
Lya lutava há 7 meses contra um melanoma, descoberto já com metástase
Lya lutava há 7 meses contra um melanoma, descoberto já com metástase