História de amor e companheirismo de casal de idosos embala novo clipe de Thiago Porto


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 29/05/2021 19:00

Geral   TALENTO

Há mais de um ano sem realizar apresentações ao vivo devido à pandemia, o cantor e compositor santa-cruzense Thiago Porto encontrou uma maneira de amenizar (um pouco) a saudade dos palcos e presentear aqueles que apreciam seu trabalho. Nos últimos meses ele tem se dedicado à gravação de videoclipes das faixas principais do seu último álbum, intitulado “Um Sonho” – o quarto lançado em sua carreira, o segundo em carreira solo.

Conforme Thiago, as maiores produções foram as dos clipes “Quatro Estações” e “Muito Mais Você”, faixas de abertura do álbum e que podem ser acessadas no canal youtube.com/thiagoporto. Contudo, produção ainda maior pode ser acompanhada no videoclipe “O Som da Tua Voz”, seu trabalho mais recente, lançado nesta semana no YouTube. “É uma música romântica, uma declaração de amor em três idiomas: português, espanhol e inglês. A música, de fato, transmite uma ideia universal e atemporal e passa uma energia de paz, que pode ser resumida na frase que vem depois do refrão: “Everything is gonna be alright”, em português, tudo vai ficar bem”, explica o artista. 

NASCE O VIDEOCLIPE

O objetivo do videoclipe, segundo o cantor, é quebrar paradigmas. “Normalmente se utilizam casais jovens nos clipes, explorando sua beleza física e paixão, mas quisemos mostrar um amor que contrasta com os amores líquidos atuais. Contamos um pouco da história real de um casal – Seu Eldo Manske e Dona Nelci Manske, de 73 e 75 anos - que mesmo depois de 48 anos juntos, continuam se amando e sendo parceiros um do outro. Queremos mostrar que as pessoas idosas têm muito a contribuir e que os jovens devem valorizá-los. Esperamos que os próprios idosos possam se inspirar no casal do clipe e entender que podem realizar muitas coisas em vida”, salienta o músico. 

Na história, o casal adota a Faísca, uma cadela que sofreu um acidente e perdeu o movimento das patas traseiras. “A ideia era incentivar a adoção, especialmente de animais em maior situação de vulnerabilidade, e fortalecer as instituições que bravamente abraçam a causa. Aí, descobrimos o trabalho da SOS Bichos Candelária e pensamos que colocar a Faísca na telinha iria ajudar no processo de adoção dela. Para nossa alegria, descobrimos que ela já foi adotada”, comemora o artista.

CURIOSIDADES

Dentre as cenas do videoclipe, os destaques vão para um piquenique que o casal protagonista realiza no Aqueduto de Candelária, bem como a cena gravada no CineMax 3D do Shopping Germânia, em Santa Cruz do Sul, que tem propósito sociocultural. “Em tempos de Netflix, poucas pessoas têm ido ao cinema e, por isso, esta é uma arte que corre o risco de extinção. O cinema fornece uma experiência muito mais completa de imersão e merece ser valorizado, inclusive para a preservação da classe de trabalhadores e pequenos empresários que mantém os estabelecimentos em funcionamento, apesar das dificuldades”, complementa Thiago.

Outra curiosidade é que o cantor atua como coadjuvante, interpretando vários papéis secundários ao longo do videoclipe. Ele aparece cantando na tela da televisão do casal de idosos, na cena do piquenique, também com a irmã Priscila Porto passeando com um cão no Aqueduto, bem como na parte em que o casal vai ao cinema assistir a um filme produzido especialmente para aparecer na telona, em que Thiago atua como Charles Chaplin, entre outras cenas. 

Para que o trabalho saísse do papel, o artista explica que foram quatro meses de dedicação, desde a roteirização até a conclusão da edição. “Foram seis diárias de gravação e cinco locações diferentes. Um trabalho feito com muito carinho em cada detalhe”, conta com entusiasmo. Sua mãe, Saleti Haubert, também teve participação importante na produção, especialmente na montagem dos cenários - o que lhe rendeu, inclusive, o crédito pela direção de arte.

O videoclipe, produzido pela Koé Records, com direção de Alixandre Pires e assistência de Daniel Rodrigues, mistura elementos de drama e humor. Nos quatro minutos de música, pode levar ao riso e às lágrimas. “A atuação do Seu Eldo Manske e da Dona Nelci Maske surpreendeu toda a equipe, pela naturalidade e comprometimento. Quando estávamos gravando a cena final, praticamente toda a equipe foi às lágrimas com a atuação. Foi um momento muito marcante na produção”, arremata o artista.


Foto: divulgação
Videoclipe conta história de amor e companheirismo de casal de idosos
Videoclipe conta história de amor e companheirismo de casal de idosos

Foto: divulgação
Thiago Porto em cena do videoclipe
Thiago Porto em cena do videoclipe

Foto: divulgação
Seu Eldo  e Dona Nelci atuam em cena no cinema
Seu Eldo e Dona Nelci atuam em cena no cinema