Especial Dia da Indústria: bons resultados mesmo com as adversidades


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 25/05/2021 19:30
Atualizado 25/05/2021 19:36

Geral   25 DE MAIO

Com 59 anos de história no mercado, a Mor começou como um negócio familiar em Santa Cruz do Sul. Inicialmente a empresa fabricava produtos para apicultura, em uma pequena metalúrgica no início dos anos 60. Hoje, a empresa cresceu e se firmou no mercado de produtos para casa, camping e lazer. 

Diante da pandemia, a Mor teve que se adaptar a uma nova realidade, em que ao contrário de muitos setores, conseguiu ter uma demanda de produtos acima do que é produzido. A situação fez a empresa ter dificuldade de atender aos clientes. Geralmente, quando uma empresa passa por uma crise muito difícil, acontece uma queda em pedidos e vendas. No caso da Mor, foi ao contrário. “Tivemos que nos adequar às medidas de segurança, às normas de distanciamento e ter uma produção maior ao mesmo tempo, o que, muitas vezes, não foi possível anteriormente. Porém, conseguimos bater o recorde de faturamento mesmo com todos os cuidados necessários. É claro que houve alteração nos processos internos e em todo o nosso sistema de gestão. Este período fez com que a gente tivesse que remodelar alguns setores, aumentando o número de postos de trabalho e, ainda, adequando-nos ao distanciamento”, salienta o CEO da Metalúrgica MOR, Valmor André Konzen.

Durante os últimos meses, Konzen ainda destaca que os colaboradores entenderam o que a empresa queria, sentindo-se seguros com as medidas de segurança interna, apoiando a empresa nos momentos desafiadores. Com este incentivo dos colaboradores, de saúde e segurança, a Mor conseguiu proporcionar um excelente trabalho de monitoramento interno, a fim de que se evitasse a disseminação do vírus na empresa.

Superando as expectativas

Em janeiro de 2020, antes de se falar em pandemia, a projeção de faturamento da MOR era de R$ 1,166 bilhão. Mas no final do ano o balanço fechou em R$ 1,277 bilhão. Ou seja, houve um crescimento de quase 10% sobre o valor previsto. Outro dado positivo do ano é que o número de empregados aumentou: de 2.196 para 2.742 funcionários. Isso foi motivado por um aumento da produção, mas sempre com as medidas de adequação e segurança caminhando lado a lado. Segundo Konzen, os aprendizados durante a pandemia permanecerão por muitos anos nas empresas. “Acredito que a grande lição deixada pela pandemia está relacionada ao sentido de conscientização, empatia, da melhora da higiene da empresa e dos nossos colaboradores. As empresas e as pessoas se remodelaram e estão com mais consciência do que tinham antes. Com isso, vamos diminuir certos esforços desnecessários, otimizar tempo e ter mais agilidade, por exemplo, com as ferramentas de comunicação a distância. Esses legados vão permanecer mesmo quando tudo voltar ao normal”, salienta o CEO.


Foto: Divulgação
MOR superou as expectativas e teve crescimento no faturamento
MOR superou as expectativas e teve crescimento no faturamento