Vacinação de profissionais da saúde será disponibilizada nos postos de saúde a partir desta quarta-feira


Por: Portal Arauto
Publicado 25/05/2021 11:37
Atualizado 26/05/2021 15:15

Covid-19   COVID-19

Profissionais da Saúde que ainda não receberam a primeira dose da vacina contra Covid-19 podem procurar os postos de saúde do município a partir desta quarta-feira (26). A distribuição nas unidades básicas de saúde foi definida após o registro de filas durante a imunização do grupo nesta terça-feira, na sala ao lado do Cemai. O objetivo é agilizar o procedimento e evitar transtornos. 

Conforme a Prefeitura, todo profissional da saúde que apresentar a carteira profissional será vacinado, em um fluxo contínuo de vacinação a partir de agora. Para isso, o trabalhador tem que apresentar o comprovante de vínculo com o serviço de saúde.

A fila registrada nesta terça-feira, segundo o Executivo, ocorreu devido à demanda. Além disso, por ser necessário comprovar o vínculo, leva um pouco mais de tempo para conferir a documentação.

Entenda

De acordo com o Plano Nacional de Vacinação, trabalhadores dos serviços de saúde são todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais.

Desta maneira, compreende tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física (que comprovarem atuação em serviços de saúde), médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares que também atuem com seres humanos, como por exemplo quem atua na Vigilância Sanitária – quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços direto de assistência à saúde das pessoas, ou seja, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados.

A vacina também será ofertada para acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínica e laboratorial


Foto: Freepik
Conforme a Prefeitura, todo profissional da saúde que apresentar a carteira profissional será vacinado
Conforme a Prefeitura, todo profissional da saúde que apresentar a carteira profissional será vacinado