Puxados pela indústria, números do Caged mostram crescimento nas contratações


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 25/04/2021 10:00

Geral   MERCADO DE TRABALHO

Conquistar uma vaga no mercado de trabalho nem sempre é uma missão fácil. Durante a pandemia e com o cenário econômico prejudicado, a tarefa se tornou ainda mais difícil. No entanto, apesar de menor em relação ao mesmo período de 2020, os números de contratações voltaram a crescer nos primeiros meses de 2021. A principal motivação desta retomada está mais uma vez ligada à sazonalidade da indústria em Santa Cruz do Sul, Vera Cruz e Vale do Sol. É nos primeiros meses do ano que as fumageiras realizam as contratações para a safra.

Nos dois primeiros meses deste ano foram 6.189 contratações, sendo que dessas, 3.936 apenas em fevereiro. Contudo, a alta nos números está intimamente ligada às contratações para a safra, já que 60,7% das contratações do período são para indústria.  O setor de serviços vem logo na sequência, com 19,5%, seguido do comércio com 14,9%, construção civil com 4,5% e agropecuária, com apenas 0,4% das contratações.

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) revelam também que o número de desligamentos foi menor em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2020 foram 3.788 desligamentos, ante os 3.509 de 2021. Assim como nas contratações, a indústria lidera quando o tema é demissões, com 40,6% do total nos dois primeiros meses do ano. Na sequência vem o setor de serviços com 26,9%, comércio com 21,9%; e agropecuária e construção civil, com 5,2% e 5,4%, respectivamente. Apenas no setor agropecuário a balança se mostra negativa. Nos demais setores, no entanto, as contratações superam as demissões na comparação dos dados dos três municípios.

Santa Cruz do Sul

A Terra da Oktoberfest é responsável por 88,1% das contratações e 92,1% das demissões. A grande maioria dos números é ligada à indústria, nas quais em janeiro e fevereiro deste ano foram admitidas 3.333 pessoas e 1.321 foram desligadas. Os dados representam uma queda em relação a 2020, quando 4.014 trabalhadores foram contratados e 1.043 demitidos.

Vera Cruz

A Capital das Gincanas reponde por 11,3% das admissões e 7,3% dos desligamentos. A balança, no entanto, se mostra positiva, com 440 novos postos de trabalho gerados. Assim como em Santa Cruz, os dados de Vera Cruz também são alavancados pela indústria, com 58,9% das contratações estando ligadas ao setor. Quando o assunto são as demissões, o setor também se mostra protagonista,com 38,5% do total, seguido de perto pelo comércio, com 37,6%. Apenas o setor agropecuário registrou mais demissões do que contratações.

Vale do Sol

Com números mais modestos, Vale do Sol responde por 0,6% das contratações e 0,7% das demissões registradas nos três municípios. Em números absolutos foram 37 admissões e 17 desligamentos nos dois primeiros meses de 2021. Diferente de Santa Cruz e Vera Cruz, Vale do Sol tem o maior número de contratações ligadas ao comércio, 35,1%. O setor também responde por  41,1% das demissões.


Puxados pela indústria, números do Caged mostram crescimento nas contratações