Polícia Civil realiza primeira apreensão de cocaína preta no Rio Grande do Sul


Por: Portal Arauto
Publicado 03/02/2021 10:02
Atualizado 03/02/2021 10:11

Polícia   INUSITADO

A Polícia Civil apreendeu 26 quilos de cocaína preta em Novo Hamburgo. Considerada rara e muito cara, a droga estava escondida em embalagens de açaí e pertencia a um colombiano que vive no Rio Grande do Sul. Ele foi preso. Essa é a primeira apreensão desse tipo entorpecente no Estado.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (3), a Polícia Civil detalhou que o homem tinha uma empresa de produtos naturais, que servia de fachada para a venda da droga. O acusado foi flagrado enquanto recebia, em casa, a carga ilegal vinda de Manaus.

Ainda conforme a Polícia, o tipo da droga é mais viciante e mais prejudicial ao organismo do que a cocaína tradicional. A coloração preta seria resultante da mistura da pasta-base com outras substâncias. Responsável pela investigação, o delegado Tarcísio Kaltback, disse que a quantia da droga apreendida é avaliada em R$ 6 milhões. "É uma droga desenvolvida na década de 1980 pelo Cartel de Cáli e já foi apreendida em outras partes do Brasil, mas aqui no Estado não temos conhecimento. O preso informou que recebia R$ 10 mil por cada remessa de 13 quilos, e ele já havia recebido duas", disse.

A polícia agora trabalha para identificar de que forma o entorpecente chegou ao Estado e para onde seria distribuído.


Foto: Divulgação
A droga estava escondida em embalagens de açaí
A droga estava escondida em embalagens de açaí

Foto: Divulgação
Mais forte e mais cara, cocaína preta é apreendida pela primeira vez
Mais forte e mais cara, cocaína preta é apreendida pela primeira vez