Vereador mais jovem da história de Vale Verde, Guilherme fez campanha de bicicleta


Por: Portal Arauto
Publicado 17/11/2020 14:00
Atualizado 17/11/2020 14:05

Política   DESAFIO

Com vontade de aprender, mas também de contribuir para o melhor de Vale Verde, Guilherme Ubatuba Teixeira (MDB), de apenas 21 anos, foi eleito neste domingo (15) o vereador mais jovem da história do município. Através dos 108 votos depositados nele, o também estudante de Jornalismo da Unisc garante que será um mandato de resultados, em que irá apresentar as propostas comentadas na campanha e buscar a aprovação. 

Mas além da pouca idade, entusiasmo e comprometimento do garoto, o que chama atenção é a determinação e força de vontade. Durante a campanha, Guilherme percorreu de bicicleta 3.100 km visitando 670 casas, apresentando as propostas e passando por todas as localidades de Vale Verde, totalizando 17 delas. "A minha campanha foi feita sem nenhum real, nem para comprar um adesivo. Eu tinha R$ 10 mil pra investir e também tenho carro, mas não usei nada", comenta. 

Orgulhoso da campanha que fez, ele conta que desde fevereiro tem se mobilizado para buscar o apoio da população. Na lista de propostas, está um projeto contra os maus-tratos aos animais, a construção de um livro sobre a história do município e a transmissão das sessões ao vivo da Câmara de Vereadores."Não falei mal de nenhuma pessoa, somente apresentei as minhas propostas e fiz uma campanha limpa. Não comprei nenhum voto, não fiz promessa de isso ou aquilo e agora é só trabalhar, pois não devo nada a ninguém. Não sei o nome das pessoas que me elegeram, por isso o meu Governo será para todos".

O interesse pela política, segundo o jovem, não é de hoje. A vontade de encontrar nessa área uma motivação para trabalho e luta teve início nas épocas de gincanas quando Guilherme sempre liderava uma equipe. "Depois disso o meu interesse veio por estar descontente com o que estava sendo exposto na Câmara de Vereadores. Então decidi me colocar à disposição, pois de fora eu vi como é possível fazer mudanças no município sendo vereador. Como quero trabalhar só como vereador e não em outro emprego, quatro anos é muito tempo e dá para fazer muita coisa", argumenta.

Preparação

Para assumir a responsabilidade e ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores de Vale Verde, a preparação de Guilherme teve início bem antes. No fim de 2019 ele concluiu um planejamento, também escreveu uma prévia do plano de governo a partir de pesquisas na internet. Em seguida, conta que leu 10 vezes a lei orgânica de Vale Verde, uma vez a federal e a estadual. "Então fiz uma listagem das casas para visita e organizei por localidade. Lancei a pré-candidatura em fevereiro, bem como que iria fazer de bike e sem grana", complementa.

Nas redes sociais, ele apostou na publicação de 25 vídeos falando sobre a caminhada durante a campanha, sendo divulgado um em cada três dias. Para a preparação, Guilherme também realizou reuniões com mais de 10 vereadores de Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires e com três deputados estaduais.

Feliz com a conquista, ele descreve o momento como incrível. "Saber que todo o trabalho duro deu resultado, que todas as noites sem dormir valeram a pena é, realmente, uma sensação mágica. Hoje sei que 108 pessoas acreditaram nas minhas propostas e agora o que eu posso dar de volta é trabalho. Trabalho, suor e lágrimas. Vejo que é apenas o primeiro passo, e eu não quero parar. Vou me dedicar e me preparar cada vez mais", reforça o jovem. 

 


Foto: Arquivo / Portal Arauto
Guilherme Ubatuba Teixeira (MDB) fez 108 votos e é um dos vereadores eleitos no município
Guilherme Ubatuba Teixeira (MDB) fez 108 votos e é um dos vereadores eleitos no município