Produção de milho já sofre com a ausência de chuva em Venâncio Aires


Por: Portal Arauto
Publicado 05/11/2020 16:09
Atualizado 05/11/2020 16:48

Região   SECA

A falta de chuva na região tem preocupado os produtores de Venâncio Aires que já enfrentaram uma forte estiagem no início deste ano. O fenômeno castigou as plantações, causando perdas expressivas e prejuízos financeiros. O déficit hídrico registrado nas últimas semanas tem causado aflição nas lavouras das duas principais culturas de verão.

De acordo com o chefe do escritório de Venâncio Aires da Emater/RS-Ascar, Vicente João Fin, o milho já está começando a registrar estresse hídrico, e se a falta de chuva avançar na próxima semana haverá perdas maiores do grão. “O milho está no momento crítico, pois precisa de um maior volume de água para completar o ciclo e ter uma boa produtividade. Já a soja está no período de zoneamento e com a falta de chuva os produtores não estão podendo fazer o plantio”, relata o chefe do escritório da Emater. 

Ainda, conforme Vicente, em comparação ao mesmo período de 2019, em novembro ainda não havia registro de falta de chuva, iniciando a estiagem apenas no final de dezembro. Segundo projeções, o mês seguirá com baixo índice hídrico. Época da maior parte do florescimento do milho e de efetivação do plantio da soja.


Foto: Pixabay
Milho já registra estresse hídrico
Milho já registra estresse hídrico