Fanpage rural: adolescente aposta na internet para popularizar a lida no campo


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 11/10/2020 07:00

  EM VALE DO SOL

As lidas no campo não têm sido mais as mesmas. Pelo menos para a adolescente Andressa Hellen da Silva, de 16 anos. Entre os utensílios que ela utiliza para remexer a terra e consumar o semeio, o celular tem sido o apetrecho favorito. A escolha tem explicação. A menina, que vive com os pais em Linha Emília, interior de Vale do Sol, tem aliado os afazeres na roça à modernidade que a tecnologia disponibiliza: ela grava vídeos e faz fotos registrando o cotidiano na agricultura.

A facilidade da adolescente em se comunicar através da câmera do celular também tem um motivo. Ela conta que o sonho sempre foi ser uma jornalista. E por gostar da função, reuniu o amor pelo campo à paixão pela profissão jornalística. Contudo, o que era para ser apenas uma brincadeira, acabou se transformando em algo notável. Fato é, motivada pela mãe, Cristiane Guedes da Silva, a vale-solense resolveu criar uma página no Facebook no mês passado, intitulada Andressa Colona.

Após as primeiras filmagens conquistarem o maior sucesso dos internautas, Andressa tem se dedicado, cada vez mais, ao planejamento de conteúdos a serem debatidos na plataforma online. “Minha mãe gostou e pediu para que eu postasse o vídeo na internet, mesmo envergonhada, postei e, logo na sequência, as pessoas começaram a me parabenizar pela iniciativa”, conta Andressa, que nunca havia pensado em apostar na ideia.

A IDEIA

A fanpage, segundo a jovem agricultora, tem o intuito de retratar as mulheres do campo e o seu protagonismo no meio rural. “É uma ferramenta de troca de experiências. Quero falar sobre as dificuldades que enfrentamos, mas também, abordar assuntos positivos sobre o que compreendemos por agricultura”, salienta. A jovem frisa que o principal objetivo é a representatividade das mulheres rurais.

Nesse aspecto, ela pontua que muitos assuntos que a inspiram são oriundos das salas de aula. A jovem é aluna da Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol). “O que eu aprendo lá, quero repassar para as pessoas que me acompanham no Facebook”, diz. Um dos assuntos mais emergentes - o empoderamento feminino -, também ganha ênfase na página. Andressa reforça em seus vídeos a importância da força feminina na transformação das lavouras para um futuro mais promissor no meio rural.  

Apesar de ocupar o espaço de disseminadora desses assuntos, a adolescente frisa que também está colhendo aprendizados. “Falar sobre culinária, saúde, cultivo, também é uma forma de adquirir conhecimento”, reforça. A página ainda está dando os primeiros passos, mas mesmo que tímida, já está colhendo também alguns frutos. Visto que, outras jovens agricultoras do município têm abraçado a causa e elogiado Andressa pelo projeto em transmitir o que é ser agricultora nos dias de hoje. “Algumas meninas da zona rural têm enviado fotos e vídeos de suas propriedades. É uma forma de experienciar a realidade em que elas vivem”, frisa.

PAI ABRAÇA O PROJETO

O pai, Evaldo Laureano da Silva, tem auxiliado a filha nas gravações. Por momentos, ele assume também a função de cinegrafista e capta as imagens de Andressa realizando atividades na propriedade da família. Na última, Evaldo gravou ela explicando a aplicação de nitrato na lavoura de milho. “Estou sempre apoiando. Se ela gosta e a deixa contente, eu também fico feliz”, diz o pai, orgulhoso.

A partir de agora, Andressa quer aperfeiçoar as técnicas na lavoura e ampliar o alcance da página. “Quero compartilhar novos conteúdos, trocar ideias que envolvam as mulheres do campo, continuar evidenciando o que é ser agricultora. Quero também alcançar outras cidades aqui da região e, quem sabe, futuramente, abranger o país inteiro”, acentua a menina sobre os seus novos objetivos. Ela destaca que pretende englobar outras ideias, como a inserção do homem rural e a permanência do jovem no campo. Ela confirma que a presença juvenil na agricultura também pode ser atrativa e criativa. “Mas sempre carregando a simplicidade e nunca abandonando as origens”, complementa.


Foto Caroline Moreira/Jornal Arauto
Andressa grava diariamente vídeos expondo as suas lidas no campo
Andressa grava diariamente vídeos expondo as suas lidas no campo