“Enquanto estive na Secretaria de Obras pavimentamos 62 ruas e vamos dar continuidade a projetos de calçamento e asfaltamento”, diz Gilson Becker


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 08/10/2020 07:00
Atualizado 08/10/2020 07:07

Política   PLEITO 2020

A série de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Vera Cruz chega no terceiro dia com o candidato Gilson Adriano Becker, 41 anos, do PSB. Ele é funcionário público municipal, mas continua cultivando raízes no interior, ao enfatizar que é, também, produtor rural. Estudou na Escola Professor Cândido Pritsch, de Tapera, na Escola Estadual Frederico Hannemann, de Vila Progresso, e na Escola Vera Cruz. Mais tarde, na UNISC, Uninter, IF Sul e UNEC Cuiabá, cursou Gestão Ambiental e os cursos técnicos em Contabilidade, em Meio Ambiente e em Agroindústria.

Por muitos anos assinou a coluna de Vila Progresso no Jornal Arauto e ocupou diversos cargos na diretoria da Congregação Evangélica Luterana Trindade, no Esporte Clube Independente, é tesoureiro licenciado da Fundação de Saúde Jacob Blész e colaborador voluntário na administração do Hospital Vera Cruz. Já assumiu a coordenação da ETA, ETEs e o Programa Protetor das Águas. “Programa esse de grande repercussão, inclusive nacional. Fui simultaneamente Secretário de Obras, Saneamento e Trânsito e de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, e acredito que é possível reduzir cargos e secretarias e valorizar o trabalho com funcionários técnicos”, disse. Seu candidato a vice-prefeito é o advogado Claudério Ferreira (PDT).

 

Por que decidi me candidatar para governar Vera Cruz?

“Pelo conhecimento técnico em diversas áreas, mas também pela imensa vontade de estar presente na comunidade e tornar nosso município melhor.  Desde a infância acompanhei meus pais na lavoura e no envolvimento comunitário. Todas as funções e atividades, sempre foram encaradas como uma missão e mereceram máxima dedicação. Nas funções públicas, sempre atuei com profissionalismo, transparência e economicidade, atendendo a todos de forma igualitária, focando no melhor para o município. Como prefeito, quero aliar a experiência adquirida nas Secretarias de Obras e Desenvolvimento Rural, coordenador da ETA, colaborador do HVC e atividades comunitárias, para construir, em conjunto com os diversos segmentos da sociedade, propostas e alternativas para desenvolver Vera Cruz, ouvindo os munícipes e buscando a prestação de serviços com qualidade e eficiência.Asseguro que teremos criatividade e coragem para inovar e modernizar, com seriedade, redobrando o empenho para esta grande missão por Vera Cruz. A comunidade está exigindo renovação e seriedade na política de Vera Cruz. Estamos muito bem preparados nesses dois aspectos e faremos um governo para todos.”

 

 

A pandemia é o assunto do ano e trouxe muitos reflexos, especialmente envolvendo saúde, educação e economia. Qual o desafio, a partir de 2021, para voltar a crescer, seja no setor industrial, seja no comércio? Como retomar a empregabilidade?

“Fomentar a vinda de novas empresas e valorizar empreendedores locais será essencial para nos recuperarmos dos efeitos da pandemia. Vamos conceder incentivos para mais empresas se instalarem às margens da RSC-287, nosso verdadeiro Distrito Industrial. É assim que vamos abrir novos postos de trabalho para que aqueles que ficaram sem emprego na pandemia possam voltar a ter renda e qualidade de vida. Com mais pessoas trabalhando o comércio também é aquecido, mas vamos reforçar campanhas de estímulo às compras nas lojas daqui. Além disso, vamos buscar legalizar agroindústrias, para a geração de empregos também no meio rural. E para micro e pequenos empreendedores locais vamos criar um programa para incentivo, auxiliando em questões burocráticas. De outro lado, é preciso oferecer cursos de qualificação para possibilitar a busca de emprego e renda às famílias carentes e jovens, incentivando o ingresso no mercado de trabalho local. Para isso, vamos criar banco de currículos e oportunidades.”

 

A população sempre clama por obras públicas. Seja em estradas sonhadas, praças, trânsito, prédios. Na sua visão, qual a maior carência em Vera Cruz e o que deve ser prioridade em curto, médio e longo prazo?

“A prioridade do nosso governo é a recuperação e/ou pavimentação de estradas rurais e vias urbanas. Enquanto estive na Secretaria de Obras pavimentamos 62 ruas e vamos dar continuidade a projetos de calçamento e asfaltamento. Atender toda a extensão do município com redes hídricas e ampliar a cobertura de redes de esgoto é outra das nossas propostas. Ainda queremos viabilizar a construção de barragens para garantir o abastecimento e a qualidade da água e aumentar o número de produtores do Protetor das Águas. Precisamos ainda investir em acessibilidade em espaços públicos, prédios e calçadas, melhorar os abrigos para passageiros de ônibus urbanos e intermunicipais e fortalecer o sinal de internet no interior e em locais públicos. Também vamos implantar um projeto de eficiência energética, com a busca de fontes de energia alternativas e melhoria da iluminação pública. Bem como, reestruturar a coleta seletiva na cidade e interior, reduzindo  gastos com destinação ambientalmente correta.”

 

A Gincana de Vera Cruz está no calendário estadual de eventos. Ainda que em 2020, por conta da pandemia, tenha sido realizada apenas no formato virtual, qual a ideia para este evento – e outros mais – serem ainda mais valorizados e que possam fomentar o turismo?

“A nossa Gincana Municipal precisa ser fortalecida com captação de recursos via leis de incentivo, valorizando o trabalho e esforço das equipes e projetando o evento no Estado. O município também precisa apoiar as gincanas do interior e das escolas. Da mesma maneira, vamos expandir as programações da Feira da Produção, do Natal da FelizCidade e FelizCidade na Praça, já consolidadas e que atraem bom público, mas que com grandes atrações podem ser vistas aos olhos de todo o Rio Grande do Sul. Nesses grandes eventos precisamos divulgar nossas belezas naturais para que os visitantes retornem ao município. Isso é possível com a reestruturação do roteiro turístico e de uma rota cicloturística, envolvendo produtores do Protetor das Águas e agroindústrias. Vamos impulsionar realização de um rodeio artístico local e atividades no Centro de Eventos Tradicionalistas, melhorando e ampliando a estrutura do parque. Essa também é a ideia que temos para tornar o Parque de Eventos ativo o ano todo.”


Foto: Carolina Almeida / Jornal Arauto
Candidato da base governista tem como vice Claudério Ferreira, na coligação PSB, PDT, PSL, que defende renovação com seriedade
Candidato da base governista tem como vice Claudério Ferreira, na coligação PSB, PDT, PSL, que defende renovação com seriedade