“Vamos nos tornar uma cidade atraente para os investidores e muito mais próspera”, diz Jerônimo da Silva


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 06/10/2020 07:12
Atualizado 06/10/2020 07:21

Política   PLEITO 2020

A série de entrevistas com os quatro candidatos à Prefeitura de Vera Cruz inicia hoje com Jerônimo Dilamar da Silva, do Partido Liberal (PL). O contabilista de 51 anos já morou em outras cidades, a mais recente em Farroupilha, na Serra Gaúcha, onde trabalhou emitindo notas fiscais eletrônicas e como consultor de vendas. Atualmente, Caiaio, como é mais conhecido, trabalha por conta própria encaminhando pessoas para fazer perícias no INSS para se aposentar, o que o realiza em poder ajudar aqueles que carecem de ajuda. Ele nunca teve cargo público e almeja governar Vera Cruz ao lado de Luciano Pagel, em chapa pura.

Por que decidi me candidatar para governar Vera Cruz?

“Porque penso diferente dos que já vi governar nossa cidade, precisamos ser verdadeiros, honestos e tratar as pessoas com respeito. Grande parte dos candidatos diz que quer escutar o povo, muitos já estiveram ou estão lá e não fazem, agora decidiram fazer? Não acredito que o prefeito tenha tanto a fazer que não possa visitar a comunidade para ver os problemas. Quero implantar ideias novas e ver por que têm coisas paradas. Tipo: hoje não nascem mais crianças em Vera Cruz; no espaço Mamãe Criança, no prédio do SUS, poderia ter pediatra 24 horas, pois os pais que trabalham poderiam levar suas crianças à noite. Darei prioridade aos concursados, vou reduzir CCs, incentivar cooperativas, agroindústrias e assegurar mecanismo de venda dos produtos. Apoiar o turismo rural, construir casas populares na cidade e no meio rural, incentivar o filho do produtor a permanecer no campo e com acesso à tecnologia. Fornecer material para reformar e construir casas populares a quem tem baixa renda. Estas são algumas das causas pelas quais sou candidato e têm muitos setores a serem mexidos. Se eu for eleito vou fazer uma limpeza em muitos lugares, quero administrar para a maioria e não para um grupo.”

A pandemia é o assunto do ano e trouxe muitos reflexos, especialmente envolvendo saúde, educação e economia. Qual o desafio, a partir de 2021, para voltar a crescer, seja no setor industrial, seja no comércio? Como retomar a empregabilidade?

“A pandemia está aí, vamos ter que nas adaptar tomando os devidos cuidados, mas a vida continua, precisamos trabalhar, gerar emprego e renda, vamos abrir Vera Cruz para quem quiser vir investir aqui, e também fortalecer o comércio local. Tanto é verdade que nosso material de campanha estamos fazendo na nossa cidade, outros estão fazendo tudo fora de Vera Cruz. Fortalecer o nosso comércio é isto, dar prioridade às empresas locais. Também vou manter atenção à fiscalização, com relação aos ambulantes que vêm de outras cidades nos finais de semana e feriados para vender no nosso município produtos de procedência duvidosa e causando prejuízos ao nosso comércio local. Para gerar emprego e renda precisamos fortalecer o nosso comércio, sou contra a concorrência desleal, pois o empresário local é quem gera o emprego. Assim também estaremos protegendo o nosso produtor rural que vende seus produtos legalmente na feira rural, somente assim eles vão ter condições de vender com preços razoáveis seu produto ao consumidor final.”

A população sempre clama por obras públicas. Seja em estradas sonhadas, praças, trânsito, prédios. Na sua visão, qual a maior carência em Vera Cruz e o que deve ser prioridade em curto, médio e longo prazo?

"Com relação a obras, sei que algumas localidades carecem de creches, moradia popular, têm esgoto a céu aberto, asfalto para escoar a produção e gerar renda. Se eu for eleito vamos lutar para fazer o asfalto de Linha Henrique D’Ávila e Entre Rios, nestes dois lugares, além de melhorar a qualidade de vidas dos moradores, vai trazer mais gente do município vizinho para comprar no nosso comércio, vai gerar mais renda e mais emprego no comércio local, vou tomar várias medidas que vão refletir na qualidade de vidas das pessoas. Tem o prédio que funcionava a Alliance One no centro de Vera Cruz, desativado há muitos anos. Eu acredito que o Poder Público pode interferir em conjunto com os proprietários para trazer para o local uma outra empresa com incentivos, vamos dar uma mexida bem grande em Vera Cruz, vamos nos tornar uma cidade atraente para os investidores e muito mais próspera.”

A Gincana de Vera Cruz está no calendário estadual de eventos. Ainda que em 2020, por conta da pandemia, tenha sido realizada apenas no formato virtual, qual a ideia para este evento – e outros mais – serem ainda mais valorizados e que possam fomentar o turismo?

“A gincana de Vera Cruz é um grande evento como a Feira da Produção e outros, o que estiver funcionado vamos manter e procurar melhorar. Mas também precisamos investir em um espaço para os jovens descontrair, se divertir e curtir o seu final de semana. Por falta de um espaço para os jovens em nossa cidade muitos saem para procurar estes lugares fora e no retorno muitas vezes se acidentam por estarem embriagados, precisamos ter um espaço aqui na cidade. Além de trazer mais renda para nosso comércio e diversão para o nosso jovem eles vão estar mais seguros. Para encerrar quero dizer ao povo vera-cruzense que as redes sociais e o papel aceitam tudo que você colocar lá, mas mudança e renovação de verdade só quem vai fazer somos nós, do 22, pois representamos a nova política e não temos ninguém da velha politica por trás de nós”.


Foto: Taliana Hickmann / Jornal Arauto
Chapa do PL tem como candidato a vice-prefeito Luciano Pagel e prega renovação na política
Chapa do PL tem como candidato a vice-prefeito Luciano Pagel e prega renovação na política