Veja quais serviços são atendidos junto ao novo Escritório de Defesa Agropecuária de Vera Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 15/09/2020 14:00

Geral   ATENÇÃO PRODUTORES

Os produtores vera-cruzenses que precisam emitir Guias de Trânsito Animal (GTA), fazer a declaração anual de agronegócio, entre outros serviços anteriormente realizados junto à antiga Inspetoria Veterinária, já podem encontrar esse atendimento no Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) do município. Ele fica junto à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), na Avenida Nestor Frederico Henn, 1.491. A mudança visa se adequar à reestruturação do serviço de defesa agropecuária do Estado. Sendo assim, o EDA de Vera Cruz - responsável também por Vale do Sol - além das unidades de Santa Cruz, Sinimbu, Herveiras e Candelária passam a ter como referência a Inspetoria Veterinária estruturada no município-sede de Santa Cruz do Sul. Na prática, nada muda ao agricultor, salienta o responsável pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Diego Halmenschlager, que continuará tendo suas demandas atendidas (confira no quadro) sem precisar se deslocar à outra cidade.  

Para isso, a Prefeitura e a Secretaria firmaram um termo de cooperação técnica, no qual um servidor foi disponibilizado pelo município para realizar trabalhos administrativos junto ao novo escritório. “Toda a demanda do produtor será recebida aqui. Caso seja de competência de técnicos e veterinários será repassada à Inspetoria de Santa Cruz”, esclarece Diego, que frisa, ainda, que o desafio é grande, já que houve redução de servidores atuantes - antes eram cinco. “Vamos concentrar o trabalho em uma pessoa por enquanto, o Jorne [Petry], que já fez curso preparatório. Será difícil no início, mas daremos sequência ao trabalho, procurando melhorar cada vez mais esse atendimento”, salienta. 

MAIOR ATUAÇÃO A CAMPO

Para continuar atendendo os municípios já citados nos serviços a campo, duas médicas veterinárias - incluindo Giovana Rosa da Costa, que já atuava em Vera Cruz - e técnicos agrícolas estão alocados na Inspetoria Veterinária de Santa Cruz. “O atendimento de casos suspeitos de doenças de notificação obrigatória (como raiva herbívora e tuberculose), a liberação de eventos e a fiscalização de propriedades permanecerão sendo realizados pelos servidores que já atuavam em Vera Cruz, que estarão lotados em Santa Cruz“, esclarece Giovana. Segundo a veterinária, essa reestruturação permite que os profissionais da área técnica fiquem mais focados em suas atividades, o que é imprescindível neste momento de retirada da vacina contra Febre Aftosa no Estado, que demanda maior fiscalização de propriedades rurais, do trânsito de animais e de alimentos de origem animal, assim como demais situações que envolvam animais de interesse zootécnico. 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Outro aspecto favorecido, segundo Diego e Giovana, é que os profissionais não terão mais que conciliar o atendimento aos agricultores e a adequada fiscalização a campo. Sendo assim, os produtores encontrarão atendimento junto ao EDA durante o dia todo, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 11h30min e das 13 às 16 horas. “Isso antes não ocorria, já que muitas vezes os técnicos e veterinários precisavam fechar a inspetoria para atender a demanda a campo, também muito necessária”, explica o Secretário. 

Trabalhos que serão realizados pelo Escritório de Defesa Agropecuária, em Vera Cruz

- Emissão de GTA’s;
- Emissão de saldo de agronegócio (necessária para entrega no banco, quando há a intenção de financiamento);
- Declaração anual de rebanho;
- Recebimento de atestados de vacinação de brucelose;
- Recebimento de demandas dos produtores locais, como denúncias ou suspeitas de enfermidades de interesse do RS nos animais de interesse zootécnico;
- Lançamento de nascimento e morte de animais, assim como abate para consumo próprio.


Foto: Jornal Arauto / Taliana Hickmann
Demandas de produtores serão atendidas por servidor
Demandas de produtores serão atendidas por servidor