"Mesmo com essa alta do arroz, isso não vai pagar todas as nossas contas", aponta produtor


Por: Portal Arauto
Publicado 12/09/2020 07:40
Atualizado 12/09/2020 08:19

Região   AGRICULTURA

O dólar alto, que incentivou os produtores de arroz a aumentarem as exportações, e a grande demanda, fez com que fosse registrada uma elevação no valor do arroz no país. O produto sofreu valorização de 19,2% neste ano de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os produtores de arroz avaliam esse aumento no preço de forma positiva, mas destacam a instabilidade no setor.

Com uma área de aproximadamente 75 hectares situada em Linha Nova, interior de Santa Cruz do Sul, Christian Pretzel destaca que o aumento no preço do arroz trouxe alguns benefícios, até porque o setor arrozeiro vinha enfrentando uma fase complicada. "O aumento ajudou, mas tudo isso é uma coisa instável e existe insegurança", acrescenta. 

O jovem destaca que a família aposta no plantio de arroz há aproximadamente 30 anos, mas a intenção no momento não é ampliar a área de plantação, como alguns produtores já vem fazendo em função da valorização: "Não pretendemos aumentar, só manter a área plantada. O fato do preço estar tão alto é muito atrativo às pessoas, mas a situação é muito instável, porque neste ano o preço está ótimo, ano que vem o preço está bom e depois muita gente pode plantar e o preço ficar ruim de novo. Esse ano foi atípico".

Valorização do produto 

Em Venâncio Aires, na localidade de Linha Olavo Bilac, reside o produtor de arroz Daniel Kessler que tem uma área de 30 hectares plantada e aposta na venda do produto há cerca de 40 anos. Para ele, a alta no preço do arroz é necessária, porque há cerca de 15 anos o produto tem praticamente o mesmo valor, enquanto os insumos são cada vez mais elevados. "Mesmo com essa alta do arroz, isso não vai pagar todas as nossas contas, mas pelo menos vai tirar um pouco do sufoco que a gente está passando", desabafa. 

Assim como Christian, Kessler conta que não tem a intenção de ampliar a área de produção e reforça a necessidade das pessoas entenderam o aumento no preço do produto: "As pessoas compram 5 kg de arroz por uns R$ 30 e isso pode ser consumido um bom tempo. Penso que comida é em primeiro lugar e precisa sim ser valorizada". 

Leia mais: Com alta nos preços, consumidor precisa desembolsar cerca de R$ 25 para levar cinco quilos de arroz e um litro de óleo

 


Foto: Kethlin Meurer/ Portal Arauto
Safra atual já foi colhida
Safra atual já foi colhida

Foto: Kethlin Meurer/ Portal Arauto
Família de Christian aposta no plantio de arroz há aproximadamente 30 anos
Família de Christian aposta no plantio de arroz há aproximadamente 30 anos

Foto: Kethlin Meurer/ Portal Arauto
Christian auxilia a família na plantação de arroz em Linha Nova
Christian auxilia a família na plantação de arroz em Linha Nova