Feed de Negócios

Das vendas com bicicleta a CEO da Cindapa; conheça a história de Carlos Köhler


Por: Portal Arauto
Publicado 01/08/2020 18:17
Atualizado 01/08/2020 19:29

Feed de Negócios   INSPIRAÇÃO

Dos erros e dos acertos. Da persistência, da garra e da certeza de nunca desistir. Carlos Köhler é um desses. Ajudou na produção de morangos, foi auxiliar do auxiliar de eletricista, padeiro, confeccionou camisas, se desafiou no preparo de schmier, foi vendedor, mas acima de tudo um sonhador. A vida simples levada nos tempos de criança lhe mostrou que é preciso arriscar, buscar aquilo que quer. Foi o que fez. Depois de tantas funções, muitas delas com a ajuda de uma bicicleta, hoje Carlos se orgulha de unir duas paixões: gestão e vendas. Ele é CEO da Cindapa, empresa com destacada atuação no cenário da segurança. O caminho até aqui foi longo.

Carlos é filho de pai marceneiro. Aliás, o patriarca da família, hoje aos 94 anos, sempre se orgulhou da profissão e incentivou Carlos, um apaixonado pelas áreas de eletrônica e eletricidade, a concretizar projetos. Depois de uma adolescência dividida entre produção de morangos pela manhã, Senai à tarde e aulas à noite, o hoje empresário começou a trabalhar no Filler – hoje Germani. Lembra bem: tinha 17 anos. Nesta empresa, conhecida sobremaneira na época pela produção de alimentos, ele conta que teve uma “lição de vida”. “Eu ajudava o auxiliar do auxiliar do eletricista. Alcançava alicate, ajudava a limpar oficina, fazia de tudo”, resgata Carlos, que sempre lembrava dos ensinamentos do pai sobre humildade. “Seja honesto e trabalhe eram as palavras dele”, diz. 

Não demorou muito para que a pró-atividade e a dedicação de Carlos lhe rendessem uma promoção. Aos 21 anos, tornou-se chefe da eletricidade da empresa. Mas, como sonhador que era, sabia que o mundo do lado de fora poderia lhe reservar tantas boas novas. Ele não largou o emprego no Filler, mas buscou rendas de forma paralela. Lembra do início do texto, da famosa bicicleta? Pois a história dela se intensifica aqui.

Tudo começou com os portões eletrônicos. Carlos, de terno – e de bicicleta -, realizava as vendas e a instalação deles. Arrumava também alarmes. Aliás, um dos gestores do Filler lhe chamou, certo dia, para a manutenção do alarme residencial. Carlos foi e consertou. Outro gestor da empresa e o acionou e então o pavor bateu: o alarme era totalmente diferente. Depois de um período de “estudo” dos equipamentos, a solução, que, segundo Carlos, era muito fácil. Foi então que o mercado de venda de alarmes surgiu como mais uma alternativa de renda.

Carlos realizava todos os serviços em paralelo às funções do Filler. Mas, como não tinha empresa fidelizada, tampouco telefone, o contato era a fábrica de alimentos. A recepcionista atendia as ligações e passava para Carlos, até que um dia ela informou que isso não seria mais possível, sobretudo pela alta demanda de trabalho. A partir dali, ganha vida a Cindapa, instalada, num primeiro momento, na casa do ex-sogro de Carlos.

No começo, no ano de 1991, eram apenas alarmes. O monitoramento não existia - esse surgiu em 1996. Nesses 29 anos de empresa, estruturas novas foram construídas, serviços agregados e tecnologias implementadas, tudo com a perspicácia empreendedora de Carlos. Ele, aliás, sempre buscou nas viagens a oportunidade de aprender, ler, conhecer novos produtos e trazer à região. Lançou em 2017 o livro “Gestão da Segurança Patrimonial – aplicação do método PDCA” e constantemente busca o aperfeiçoamento, sobretudo para treinamento de equipe. Equipe esta, aliás, formada por mais de mil colaboradores que, assim como Carlos, tem a força de vontade como instinto. “Para trabalhar aqui você precisa ter força de vontade, querer aprender. O conhecimento você adquire”, arremata. 

A CINDAPA HOJE

A matriz da Cindapa está localizada no bairro Independência, em Santa Cruz do Sul. Há, no total, seis franquias, espalhadas pelo Rio Grande do Sul, principalmente no Litoral: Arroio do Sal, Imbé, Tramandaí, Cidreia, Pinhal e Santana do Livramento. A empresa conta com filiais, ainda, em Venâncio Aires, Lajeado, Uruguaiana, Porto Alegre, Novo Hamburgo – essas no Rio Grande do Sul. E em Santa Catarina no município de São José e no Paraná em São José dos Pinhais. Neste mês de agosto, abrirá uma nova Cindapa em Itapema, no litoral catarinense.


Foto: Divulgação
Empresário conta trajetória que iniciou na produção de morangos e hoje tem empresas de segurança espalhadas nos três estados do Sul do Brasil
Empresário conta trajetória que iniciou na produção de morangos e hoje tem empresas de segurança espalhadas nos três estados do Sul do Brasil