Polícia Civil prende homem que praticou série de ataques ao comércio de Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 15/07/2020 11:00
Atualizado 15/07/2020 19:42

Polícia   NA CADEIA

"Já o conhecíamos até pelo jeito de andar". A afirmação é da titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Santa Cruz, delegada Ana Luísa Aita Pippi, responsável pela investigação que colocou na cadeia um homem de 35 anos apontado como autor de uma série de furtos a estabelecimentos comerciais de Santa Cruz. O indivíduo não se intimidava nem pela proximidades de órgãos públicos, já que em duas ocasiões arrombou lojas em frente à Delegacia de Polícia Civil de Santa Cruz e em outra oportunidade tentou invadir um estabelecimento nas proximidades da Defensoria e do Ministério Público. Ele foi flagrado por imagens que comprovam a sua identificação em diversas ações.

A prisão aconteceu na manhã desta quarta-feira (15) em uma pensão no Centro de Santa Cruz e atende mandado de preventiva decretado pelo Judiciário. De acordo com a delegada Ana Luísa Aita Pippi, o indivíduo tem diversas passagens e é conhecido do meio policial pela prática de furtos. Ele estava preso até o ano passado, mas foi solto e com isso voltou à ativa. "Desde março são 15 estabelecimentos que colocamos no inquérito com provas da atuação dele, sem contar outros que não temos imagens e acreditamos que ele tenha sido o autor. Ele não para. Precisávamos agir, dar uma resposta à sociedade e à Justiça, porque ele estava agindo de forma contumaz, dilapidando patrimônios de pessoas que batalham diariamente para terem seu sustento de forma digna", afirma.

Além de estabelecimentos comerciais na região central, o indivíduo agia no bairro Arroio Grande. Dinheiro dos caixas e eletrônicos eram os alvos mais comuns. Em algumas ocasiões, conforme explica a delegada, chegava a conseguir furtar mais de R$ 2 mil. Comparsas dele também estão na mira da polícia. "Às vezes ele dava sorte de encontrar valores altos nos estabelecimentos, que variavam de 500, mil, dois mil reais. Já entrou em condomínios e levou televisor. Em alguns casos teve envolvimento de outros indivíduos que também já identificamos e estamos tomando providências em relação a isso", destaca.

Em cidades vizinhas o mesmo crime

E não era só em Santa Cruz que o criminoso agia. Há comprovação por parte da investigação policial de atuações em Vera Cruz e Vale do Sol. Em abril, conforme a polícia, chegou a ser preso por receptação dolosa em Vale do Sol, mas foi posto em liberdade mediante condições, dentre elas não se ausentar da sua casa, o que ele não vinha cumprindo. "Tinha e não tinha endereço fixo. Mentiu endereço pra justiça e se mudava com frequência", disse.


Foto: Guilherme Bica/Portal Arauto
Homem foi preso na manhã desta quarta
Homem foi preso na manhã desta quarta

Foto: Guilherme Bica/Portal Arauto
Delegada Ana investigou o caso
Delegada Ana investigou o caso