Arauto Saúde: junho laranja lembra os cuidados com as queimaduras


Publicado 27/06/2020 08:00
Geral Cobertura Especial Arauto Saúde   ATENÇÃO Fonte: Grupo Arauto

Tem Outubro Rosa, Novembro Azul e tantos outros meses com cores, que buscam sempre algum tipo de prevenção. E o Junho é Laranja. Ele lembra os cuidados com queimaduras. Para falar sobre o assunto, o Arauto Saúde entrevistou as acadêmicas de Medicina da Unisc e participantes da Liga Acadêmica de Cirurgia Plástica, Amanda Medeiros e Larissa Bertoldi.

Existem três tipos de queimaduras, classificadas quanto à profundidade. “A de primeiro grau é geralmente causada pelo sol. A pele fica vermelha e sensível, mas não há formação de bolha. Na queimadura de segundo grau, como encostar em uma panela quente ou derramar algum líquido quente sobre o corpo, vai apresentar vermelhidão, algumas bolhas e será dolorido. Já a de terceiro grau, por ser mais profunda, ela não dói e não forma bolhas”, explicam as acadêmicas.

Ainda segundo elas, as de primeiro grau podem ser tratadas em casa. “É preciso beber muita água, mantendo-se hidratado. No local da queimadura pode aplicar um creme que costumava usar e que não cause alergia. As de segundo grau podem ser tratadas em casa ou precisar de um atendimento com mais cuidado. Isso depende do local e da extensão. Por isso, se a queimadura tiver bolhas numa região que não pode ser coberta pela palma da mão, é importante procurar um médico. Nas queimaduras de terceiro grau é importante sempre buscar ajuda, seja do Corpo de Bombeiros ou do SAMU”, detalham. 

Além disso, as queimaduras que estejam relacionadas à inalação de fumaça, que envolvam grandes partes de uma articulação, como ombro, pulso, cotovelo, joelho, e as que envolvam regiões como a face, o pescoço, as mãos, os pés e a região genital sempre devem ser encaminhados para um Hospital, informam Amanda e Larissa. 
As estudantes ainda fazem um alerta - importante sobremaneira nesse período. “Com a pandemia, houve mais armazenamento de álcool gel em casa. É importante lembrar que ele é altamente inflamável e pode causar acidentes. Deve-se ter frascos pequenos e longe do fogão e evitar fumar e cozinhar logo após a aplicação”, frisam as duas, ao lembrar que a Sociedade Brasileira de Queimaduras tem um aplicativo chamado “Queimei”, com diversas dicas e no Instagram @lacipunisc são postadas semanalmente dicas de cirurgias plásticas.

(Foto: divulgação)







Corona - Aqui não passa!