Produtores de aves e suínos terão capacidade de alojamento aumentada


Publicado em 20/05/2020 19:29 Atualizado em 20/05/2020 19:30 Geral   AGRICULTURA Fonte: Portal Arauto

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag) e Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) propuseram que os produtores integrados de aves e suínos pudessem aumentar sua capacidade de alojamento em 30% além do licenciamento ambiental realizado pelo município, sem serem autuados. A pauta teve desfecho nesta quarta-feira (20). Depois de tratativas e articulação com entidades, em reunião extraordinária do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema), a proposição feita pelas federações foi aprovada.

A medida traz segurança e mantêm o agricultor integrado regular perante ao órgão ambiental. O próximo passo é a resolução ser homologada e publicada no Diário Oficial do Estado. De acordo com o texto aprovado na reunião, esta medida deverá valer por 90 dias.

Para o Vice-presidente da FETAG-RS, Eugênio Zanetti a aprovação trará mais tranquilidade aos agricultores. “A ampliação de alojamento é muito positiva para os agricultores. Pois, com a pandemia muitas propriedades foram prejudicadas, algumas ficando sem alojamento e outras com animais por muito tempo, desta forma causando prejuízos econômicos para estas famílias. A resolução vai trazer um alívio para os integrados, especialmente para os integrados de suínos”, afirma.
 

PortalArauto
(Foto: Divulgação/Embrapa Suínos e Aves)