"É prioridade total da polícia a conclusão desse caso", diz delegada sobre acidente que matou adolescente em Rio Pardinho


Publicado em 07/09/2019 20:00 Atualizado em 07/09/2019 21:12 Polícia   INVESTIGAÇÃO Fonte: Portal Arauto

A Polícia Civil pretende concluir até o final deste mês o inquérito que apura as circunstâncias do acidente que culminou na morte do adolescente Kehylon William Vojahn, de 14 anos, e ainda deixou o pai do jovem ferido na noite da última sexta-feira (30) em Rio Pardinho, interior de Santa Cruz. Peça chave na elucidação do caso, o motorista do carro que colidiu na moto onde estavam pai e filho se apresentou com o advogado nesta semana e prestou depoimento. Os detalhes do que disse o homem não foram divulgados pela polícia.

Conforme a titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil, delegada Ana Luísa Aita Pippi, até o momento, seis testemunhas já foram ouvidas e aos menos mais cinco devem prestar depoimento até a conclusão do inquérito. Dentre elas, pessoas que presenciaram o motorista fugindo do local e outras que presenciaram o acusado dirigindo pela rodovia momento antes da colisão. "É prioridade para a equipe da 1ª Delegacia a conclusão desse caso. Assim como a família é nosso interesse fazer justiça e apurar o que aconteceu o quanto antes", afirmou.

Ainda de acordo com a delegada, todas as testemunhas já ouvidas corroboram com a suspeita da polícia. A investigação ainda aguarda a chegada do material analisada pela perícia. Na última quinta-feira (5), agentes da 1ªDP foram até o local do acidente, na RSC-471, para fazer novo levantamento. "Vamos tentar dar o melhor fechamento possível para esse caso", disse a delegada.

PortalArauto
Delegada Ana Luísa investiga o caso (Foto: Guilherme Bica/Portal Arauto)










Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br DB New