Saiba quantos orelhões ainda restam em Vera Cruz, Santa Cruz e Vale do Sol


Publicado em 13/08/2019 14:04 Atualizado em 13/08/2019 14:15 Geral   ALÔ ALÔ? Fonte: Jornal Arauto

Alô? Você conhece alguém que ainda usa o orelhão? É cada vez mais raro encontrar, não é mesmo? Basta circular pelas ruas para ver a maioria das pessoas digitando no celular. Tanto que nas últimas semanas não é difícil observar a remoção de equipamentos em endereços onde estavam instalados há anos, o que ainda pode continuar. Em Vera Cruz, segundo a Anatel, existem 16 orelhões. Em Santa Cruz são 90 equipamentos e em Vale do Sol são 11. Chamadas locais podem ser feitas de graça ou então a cobrar. Fora isso, necessitaria o cartão. Mas aí vem a pergunta: quem tem para vender? Uma pesquisa rápida em estabelecimentos da cidade resultou na mesma resposta: “não vendemos cartão há anos, ninguém procura”. Em terra de gincaneiro, é bem possível este item virar tarefa.

Em contato com a Oi, que mantém os orelhões na região, a assessoria informa que em função do avanço tecnológico e da popularização da telefonia móvel, os orelhões caíram em desuso e têm sido cada vez menos utilizados no Brasil e no mundo. Diante deste cenário, o Plano Geral de Metas da Universalização (PGMU), aprovado por decreto em dezembro de 2018, veio adequar as regras vigentes no Brasil à tendência de consumo, substituindo os orelhões pela implementação da infraestrutura de acesso à internet por meio de tecnologia 4G. 
 Em linha com o que estabelece o PGMU, a companhia manterá orelhões em locais onde potencialmente possa haver demanda, como shoppings, escolas, postos de saúde, hospitais, órgãos dos poderes executivo, legislativo e judiciário, estabelecimentos de segurança pública, bibliotecas, museus, terminais rodoviários, aeródromos, etc, bem como em localidades hoje só atendidas com orelhão.

ONDE FICAM EM VERA CRUZ
Rua Arno Hepp
Rua Cândido de Medeiros
Rua Julio Wild (SUS)
Rua Julio Wild (Escola Vera Cruz)
Rua Cipriano de Oliveira
Rua Martim Francisco
Avenida Nestor Frederico Henn
Rua Rudi Merten
Rua São Francisco
Ferraz (4 equipamentos)
Linha Cipriano de Oliveira
Entre Rios
Linha Tapera
Geralmente os orelhões ficam junto a espaços públicos, de maior circulação de pessoas, como escolas e postos de saúde. Junto à rodoviária e defronte ao hospital não há orelhões. Aqueles que ainda existem em locais não mencionados deverão ser retirados.

PortalArauto
É raro ver alguém usando um orelhão e está cada vez mais difícil encontrá-los (Foto: Carolina Almeida/ Jornal Arauto)











Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br DB New