"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


Por: Portal Arauto
Publicado 29/05/2019 15:40
Atualizado 29/05/2019 18:22

Geral   VALE DO RIO PARDO

A VII Semana dos Orgânicos da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc) - que ocorre dentro da Semana dos Alimentos Orgânicos da Articulação em Agroecologia do Vale do Rio Pardo - proporciona momentos de aprendizado até a próxima quarta-feira, 5 de junho. As atividades, que iniciaram na sexta-feira (24), são um convite para todos que desconhecem o tipo de plantio. Conforme a aluna Suellym Pappim da Silva, 15 anos, é a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica.

Moradora da localidade de Passo da Cavalhada, interior de Rio Pardo, a jovem destaca que muitas pessoas não utilizam o meio orgâncio por ter dúvida e insegurança sobre a produtividade, se comparada com defensivos agrícolas. "Acredito que todos deveriam conhecer esse tipo de produção e que a visibilidade ocorresse sempre, não somente nesta semana. Muitos criticam, mas a metodologia nos prova o contrário. Nós, como jovens e filhos de agricultores, temos um papel muito importante", salienta.

De acordo com a aluna, que está cursando o 2° ano do ensino médio e o técnico em agricultura, falta incentivo. "Essa semana é uma das mais importantes. É o momento de trocar saberes com os agricultores, nossos maiores protagonistas. É um momento rico em que podemos mostrar que é sim possível produzir um alimento forte e saudável", diz.

Programação:

29 de maio

  • Visita da Escola Casemiro de Abreu de Albardão – Rio Pardo ao Sítio Surucuá Horário: 13:30 – 16:30 hs Local: Sítio Surucuá – comunidade de Albardão – Rio Pardo
  • 7ª Semana dos Alimentos Orgânicos na EFASC: Juventude, Cooperação e Agroecologia. Manhã e tarde Local: EFASC – Rua Dom Antonio Reis, 308 – Santa Cruz do Sul/RS. Fone: (51) 3713-3046
  • Palestra: Tema - Educação Ambiental e Alimentação Consciente - Tarde Local: EMEF Leonel de Moura Brizola – Rua Benno Diefenbach, 450 - Bairro Santo Antonio – Santa Cruz do Sul/RS
  • UERGS – CINE Debate Apresentação de vídeo em escolas Estaduais de Ensino Médio. Colégio Goiás – A partir das 14 hs.

30 de maio

  • Seminário sobre Certificação Orgânica Horário: 09:00 as 12:30h Local: Auditório do Bloco 19 – Unisc
  • Painel em debate "Abelhas nativas e alimentação orgânica" - Horário: tarde Local: Laboratório 19 – Unisc
  • 5 Roda de conversa "Abelhas nativas e alimentação orgânica" Horário: noite Local: UERGS SCS - Avenida Independência, 2824 – Renascença - Santa Cruz do Sul 

31 de maio

  • UERGS – CINE Debate Escola Goiás Manhã e tarde Apresentação de vídeo em escolas Estaduais de Ensino Médio

3 de junho

  • UERGS – CINE Debate Manhã, tarde e noite Escola Luís Dourado Apresentação de vídeo em escolas Estaduais de Ensino Médio

4 de junho

  • Encontro: Mulheres, Alimentação e Agroecologia. Participante convidada: Claudia Petry Promoção: AMA em parceria com o CAPA Horário: 13:30 às 16:00 Local: MERCUR - R. Cristóvão Colombo, 53 - Centro, Santa Cruz do Sul 

5 de junho

  •  Dia de campo sobre biodigestor e produção de alimentos agroecológicos Local: Propriedade Jean Hirsch – Linha São João - Sinimbu
  • Cerimônia de Encerramento Semana dos Alimentos Orgânicos do VRP Horário: 19:30 hs Local: EFASC – Rua Dom Antonio Reis, 308 Linha Santa Cruz – Santa Cruz do Sul/RS. Fone: (51) 3713-3046
  •  

Veja ainda onde você pode comprar produtos orgânicos na região:  


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


Fotos: Divulgação
"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc


"É a maior oportunidade para quem duvida da produção orgânica", diz aluna da Efasc