compartilhe >>

Com 120 autistas associados, Esperança Azul comemora avanços em Venâncio Aires


Publicado 02/04/2024 14:03
Atualizado 02/04/2024 16:20

Geral   CONSCIENTIZAÇÃO

A Esperança Azul Associação Pró-Autismo de Venâncio Aires tem, atualmente, 120 autistas associados. A entidade foi criada a partir de pais e mães que desejavam oferecer bem-estar, proteção, desenvolvimento e a inclusão dos filhos que foram diagnosticados com o espectro. 

O presidente da Esperança Azul, Carlos Treib, esteve, nessa segunda-feira (1º), na sessão da Câmara de Vereadores para falar sobre o tema. "A cada dia enfrentamos desafios e batalhamos incansavelmente para assegurar que nossos familiares e amigos recebam o apoio e a oportunidade que merecem. Nossa sede é mais do que uma simples casa. Ela é a casa de cada um, onde cada pessoa autista pode encontrar acolhimento, respeito, amor e, acima de tudo, a oportunidade de conviver com os demais", destacou.

Leia também: Santa Cruz ganha espaço dedicado às pessoas com autismo

De acordo com Traipe, com o crescimento da entidade tornou-se necessário oferecer atendimentos terapêuticos junto com as outras ações já desenvolvidas. Ele explica que o atendimento terapêutico proporciona as ferramentas necessárias para que cada pessoa no espectro autista possa se desenvolver e explorar seu potencial. "Esses atendimentos transformam vidas, abrem portas antes consideradas intransponíveis. No entanto, não podemos fazer isso sozinhos, precisamos do apoio de toda a comunidade, do apoio de cada um de vocês aqui presentes, para continuarmos nossa missão."

Em 2023, a Esperança Azul realizou mais de 300 atendimentos entre terapeuta ocupacional, fonoaudióloga, psicóloga e psicopedagoga. Segundo o presidente, parte dos atendimentos foi custeada com ajuda de emendas parlamentares e com recursos próprios. "Com a verba dessas emendas também compramos os móveis para a sede, assim como pagamos as despesas mensais. Mas como somos todos voluntários, a associação não tem um meio de renda e precisamos sempre fazer pasteladas, rifas, café colonial e eventos para arrecadar fundos e manter esses atendimentos", salientou.

Confira as últimas notícias

Para este ano, além das despesas mensais fixas, Traipe falou sobre os diversos projetos em andamento, como os novos atendimentos psicológicos para as famílias dos autistas e aulas de educação física para as crianças, "Nossa lista de espera contém mais de 80 crianças e a rotatividade é muito pequena, pois há poucos profissionais para atender, e quando há profissionais não temos os recursos. Portanto, conclamamos a todos vocês, membros dessa Casa Legislativa. Vamos trabalhar juntos para construir uma sociedade mais inclusiva, mais acolhedora e mais compassiva."


Foto: Reprodução/Câmara de Vereadores de Venâncio Aires
Presidente da entidade esteve nessa segunda-feira, na Câmara de Vereadores
Presidente da entidade esteve nessa segunda-feira, na Câmara de Vereadores