compartilhe >>

Santa Cruz ganha espaço dedicado às pessoas com autismo


Fonte: Jornal Arauto
Publicado 02/04/2024 08:10
Atualizado 02/04/2024 08:24

Geral   2 DE ABRIL

Neste ano o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado no dia 2 de abril, será ainda mais especial em Santa Cruz do Sul. Uma demanda de mais de uma década da comunidade será atendida hoje, com a inauguração do Girassol - Centro Municipal de Atendimento ao Autista. Uma caminhada de conscientização, promovida pela Luz Azul - Associação Pró-Autismo em parceria com a Prefeitura, sai às 18 horas do Parque da Oktoberfest, até o novo centro, na Avenida João Pessoa.

Conforme a coordenadora do Departamento Municipal de Inclusão da Pessoa com Deficiência, Adriele Vargas, a iniciativa envolveu um grupo de trabalho formado por membros da Luz Azul, Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Compede), e da Rede Gaúcha Pró-Autismo, além das secretarias de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social. Entre os diferenciais do serviço estão horta e jardim sensoriais, fonte terapêutica, piscina para atendimentos individuais, espaço de capacitação e oficinas de corte, costura e artesanato para as mães e familiares dos atendidos.

LEIA MAIS: Centro TEA do Cisvale promove programação especial no Mês do Autismo

A preparação incluiu visitas a outros centros, como o de Porto Alegre, além de capacitação em parceria com o projeto TEAcolhe. No entanto, o centro é municipal, gerido com recursos próprios e com servidores de carreira do município. 

O ingresso para atendimento terá caráter social, portanto será feito através do CadÚnico e voltado para pessoas com transtorno do espectro autista (TEA) de todas as idades. A equipe será formada por psicóloga, pedagoga de educação especial, terapeuta ocupacional, estagiários de psicologia, instrutor de música, técnica de enfermagem e enfermeira. A expectativa neste primeiro ano de atuação é realizar uma média de 150 atendimentos mensais. Em Porto Alegre, são feitos 300 atendimentos por mês. 

O horário de atendimento será de segunda a sexta-feira das 8 horas ao meio-dia e das 13 às 17 horas. Os acolhimentos serão realizados sempre às sextas-feiras, e às segundas de manhã haverá a discussão de casos pela equipe técnica, para avaliar prioridades e agendar os atendimentos. “Vamos primar pela qualidade do serviço, não pela quantidade, realizando atendimentos de excelência”, avalia Adriele.

Este local representa uma vitória na vida das pessoas. Temos clínicas particulares em Santa Cruz que prestam um excelente serviço, mas quem não tem acesso a planos de saúde fica longe dessa realidade”, afirma. Para ela, o centro será uma referência, o atendimento será humanizado, acolhedor e buscando entender a realidade das famílias em vulnerabilidade. Ela agradece  e destaca ainda o empenho da prefeita Helena Hermany na instalação do serviço. O Centro também contará com um veículo para visitas domiciliares e acompanhamentos de rotina.

A coordenadora destaca a participação de voluntários como Hugo Ênio Braz e Neca Magalhães Braz, que realizaram pinturas e objetos sensoriais suspensos no centro. O local recebe doações de bens móveis e materiais de decoração e pede ajuda da comunidade com doações de roupas e calçados em boas condições, que serão encaminhados aos usuários.

CONFIRA: Documentário Eu, Girassol mostra diagnóstico de autismo em adultos


Foto: Luciane Magalhães Braz
Equipe técnica do novo Centro deve realizar cerca de 150 atendimentos ao mês
Equipe técnica do novo Centro deve realizar cerca de 150 atendimentos ao mês

Foto: Paola Severo
Centro contará com recursos do Município
Centro contará com recursos do Município

Foto: Paola Severo
Espaço terá atendimentos de segunda a sexta-feira
Espaço terá atendimentos de segunda a sexta-feira

Foto: Paola Severo
Local fica na Av. João Pessoa
Local fica na Av. João Pessoa