compartilhe >>

Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Publicado 11/02/2024 00:19

Geral   AVALIAÇÃO

A Rua Osvaldo Aranha, no Centro de Venâncio Aires, recebeu, neste sábado (10), a primeira noite de desfiles do Carnaval 2024. Fiel Tribo Guarani, Acadêmicos do Samba Négo e Unidos da Vila Freese desfilaram pela rua grande e animaram a comunidade.

A Corte Municipal formada pela rainha Tábata Andriele da Silva da Costa; princesas Larissa Emanueli de Oliveira e Jéssica Fernanda Kist; e Rei Momo, Valdir Ferreira, deram início a festividade. 

Após, foi a vez da corte do Carnaval do Interior, rainha Samanta Ferreira, e princesas Michele Peise e Daiane Ludwing descer a Osvaldo Aranha. Por fim, foi a vez das Soberanas da 17ª Fenachim, rainha Marina Severo Jantsch, e as princesas Larissa Almeida Maciel e Ana Flávia Dornelles.

Confira ainda: Milhares saem às ruas para prestigiar o desfile de Carnaval de Rio Pardo

Durante a apresentação da Fiel Tribo, Marione Wendt, responsável, ao lado de Moacir Eisermann, pelo samba-enredo, cumprimentou as autoridades presentes no palanque oficial e afirmou: "gostaríamos de voltar a ter carnaval competitivo em Venâncio Aires".

Em resposta, o prefeito, Jarbas da Rosa, afirmou que isso "precisa nascer do espírito e da vontade das escolas. Não pode ser uma imposição. Fico muito feliz que chegamos nesse entendimento. A competitividade é para mostrar o trabalho que é realizado."

Leia as últimas notícias

Com o tema "Os Viajantes", a Fiel Tribo Guarani abordou viagens pelo mundo como forma de conhecer lugares, culturais e tradições, destacando, principalmente, os pontos turísticos de Venâncio Aires. Cerca de 120 pessoas participaram do desfile. 

A segunda escola a se apresentar foi a Unidos da Vila Freese com o tema "Os Três Reis Unidos da Vila Freese", como forma de homenagear Gaspar, Melchior e Baltazar. O samba-enredo foi composto por Schê Rodrigues. Dois carros alegóricos e 130 pessoas participaram. 

A Acadêmicos do Samba Négo encerrou a noite levando para a Osvaldo Aranha o enredo "Lugar onde tudo parte, onde tudo volta". A homenagem aos mares e oceanos e a importância de suas preservações envolveu em torno de 100 integrantes.

Na segunda-feira (12), ocorre, a partir das 20h, a segunda noite de desfiles. A Acadêmicos do Samba Négo será a primeira, seguida pela Fiel Tribo Guarani e a Unidos da Vila Freese encerrará as apresentações de Carnaval.


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Três escolas passaram pela Rua Osvaldo Aranha na noite deste sábado
Três escolas passaram pela Rua Osvaldo Aranha na noite deste sábado

Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires


Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
Carnaval pode voltar a ser competitivo em 2025 em Venâncio Aires