compartilhe >>

Sem fé não há graça


Publicado 08/02/2024 08:39

Mensagem do Dia

Disponível também em:


Jesus nos ensina que a fé verdadeira é aquela que nos conecta com o amor e o poder de Deus. É uma fé que transforma, que cura, que liberta. A fé é o veículo pelo qual a graça de Deus se manifesta em nossas vidas.

Em Mateus 9,22, somos testemunhas de um dos mais tocantes encontros com a fé. Uma mulher, que por doze longos anos sofria de uma hemorragia, acredita que, se tão somente tocar nas vestes de Jesus, seria curada. E assim o fez, e Jesus, sentindo a fé daquela mulher, disse-lhe: "Ânimo, filha, a tua fé te salvou". Naquele momento, ela foi curada. A fé daquela mulher, mesmo que parecesse pequena aos olhos do mundo, era imensa aos olhos de Deus. Ela acreditou, ela confiou, e a graça aconteceu.

Outra passagem marcante está em Mateus 8, 5-13, quando um centurião romano busca Jesus para pedir a cura de seu servo. A fé desse centurião era tão grande que ele sabia que Jesus não precisava estar fisicamente presente para realizar a cura. "Senhor, eu não sou digno de que entres debaixo do meu telhado. Mas apenas dize uma palavra, e o meu servo será curado". Maravilhado com tal fé, Jesus responde: "Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei fé tão grande". E naquela mesma hora, o servo foi curado. A fé do centurião moveu montanhas.

Cada uma dessas histórias nos mostra que a fé não é apenas acreditar, mas confiar de todo o coração, mesmo quando as circunstâncias parecem desfavoráveis.

Há um episódio marcante que ilustra como até mesmo Jesus, com todo seu imenso poder e amor, encontrou limitações diante da falta de fé. Na sua própria terra, entre as pessoas com quem cresceu e que o conheciam desde menino, Jesus se deparou com um ambiente de incredulidade (Marcos 6,4-6). Os moradores de Nazaré, ao invés de reconhecerem a profundidade e a santidade de sua missão, ficaram presos às suas percepções limitadas de quem Ele era, vendo-o apenas como o carpinteiro, o filho de Maria e de José. Esta falta de fé fez com que Jesus admirasse a incredulidade deles e, consequentemente, realizasse poucos milagres ali. Este episódio nos ensina uma lição poderosa sobre a importância da fé como condição para que o divino atue em plenitude em nossas vidas. A fé é abrir o coração para o verdadeiro poder da graça de Deus, sem o qual até mesmo o atuar de Jesus foi limitado. Ele vai até onde a gente deixa ir. E essa permissão se chama fé.


Sem fé não há graça