compartilhe >>

Madame Bovet: a mulher do casarão


Fonte: Grupo Arauto
Publicado 04/12/2023 12:00
Atualizado 04/12/2023 16:48

Geral   CONCURSO MULTIPLATAFORMA GRUPO ARAUTO E UNISC

Este material faz parte do Concurso Multiplataforma Grupo Arauto e Unisc e foi produzido por estudantes de Comunicação Social da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc).

Por Guilherme Andriolo, Bruna Weis, Sabrina Nicknich, Expedito Engling e Laura Strey

A produção foi baseada na história da família francesa que esteve refugiada em Monte Alverne, em 1937. A história de Madame Bovet, uma herdeira de família poderosa, em um casamento falho, uma fuga pela liberdade e uma perseguição internacional, tudo para proteger seu bem mais precioso: suas filhas. A história é rodeada de mistérios e reviravoltas, e o mais incrível de tudo, aconteceu aqui em nossa cidade, Santa Cruz do Sul.

Como meios multiplataformas, escolhemos um documentário, um podcast, além das redes sociais. No Instagram, durante todo o processo, postamos informações, curiosidades e o dia a dia na criação do nosso trabalho. Para o documentário, entrevistamos três pessoas importantes para contar essa história. Entre elas o jornalista Benno Kist, autor do livro que narra a intrigante história chamado “Em Segredo no Rio Thal”, também entrevistamos a jornalista Mara Pante, que fez uma série de reportagens sobre o caso no ano de 1988. Além deles, também fez parte de nossas entrevistas a professora de história Débora Inês Vogt, que analisou a imigração da família francesa e as circunstâncias históricas do país na época. Além disso, revisitamos toda a história através de fotos e imagens que nos contam um pouco mais sobre, visitamos lugares marcantes na história, como o castelinho em Monte Alverne.

Confira o documentário:

Confira o podcast:

Clique aqui e confira o perfil no Instagram criado pelo grupo de trabalho para fomentar a divulgação do projeto.


Foto: Grupo Arauto
Produção foi baseada na história da família francesa que esteve refugiada em Monte Alverne, em 1937
Produção foi baseada na história da família francesa que esteve refugiada em Monte Alverne, em 1937