Exposição de "filho de Santa Cruz" ficará até setembro no Centro de Cultura


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 06/08/2022 15:28

Geral   ARTE

A noite gelada dessa sexta-feira, 5, era um convite para os apreciadores de um bom vinho tinto, e seco, seja lá onde estivesse. Para quem prestigiou a abertura da exposição do artista Raphael Gerhardt Carneiro, no Centro de Cultura Jornalista Francisco José Frantz, saiu de lá um tanto mais animado, tanto com os perfeitos quadros expostos  como com os petiscos e a bebida servidos.

 Pois foi exatamente  assim que o artista Raphael provou ser, além de um esplêndido artista,  um excelente anfitrião.  Ele não preparou toda aquela recepção por acaso. Segundo Carneiro,  foi a forma genuinamente encontrada,  como gratidão  por ter vivido parte da adolescência em Santa Cruz do Sul, e também a infância  em Rio Pardo, a quem reconhece serem suas cidades natais. 

 E este amor às duas praticamente  "mães",  está demonstrado  na beleza dos casarões, dos jardins, dos prédios históricos eternizados nas pinturas com tinta acrílica e a óleo, cenários  intitulados como Imagens de Todos os Tempos.  "É uma forma que encontrei de homenagear Santa Cruz e Rio Pardo, lugares que vivem em minhas lembranças", revelou. 

Pois suas vivências por esta região  levaram dezenas de seus amigos, e de novos amigos da arte, até o Centro de Cultura. Um  deles é o próprio fotógrafo Luiz Fernando Bertuol, com quem teve demorada conversa para relembrar os tempos de meninos.  

 Presente nessa festa de amigos, embora de outra geração, o também inspirado  secretário de Cultura, Marcelo Corá, reiterou, em sua saudação aos visitantes:  "Nossas portas estão sempre abertas para todos os artistas,  e ainda mais quando temos a oportunidade de ver nossa cidade sob um novo ângulo, como este presente que o artista Raphael está nos dando", finalizou. 

Para quem quiser prestigiar e até adquirir uma das obras, o Centro de Cultura está aberto de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e das 14h às 17h.


Exposição de "filho de Santa Cruz" ficará até setembro no Centro de Cultura