Xalingo completa 75 anos em Santa Cruz do Sul e investe em novo equipamento


Por: Portal Arauto
Publicado 06/08/2022 19:00

Feed de Negócios   FEED DE NEGÓCIOS

Difícil pensar em brinquedos e não lembrar da Xalingo. A empresa, localizada em Santa Cruz do Sul, completa 75 anos no dia 30 de setembro e conta não apenas com brinquedos para as crianças, mas um leque de outros produtos.

Com um olhar sempre no futuro e pensando em crescimento, a gestão da empresa não abre mão de investimentos. Neste ano a novidade é a aquisição de uma máquina extrusora que tem como foco o investimento em matéria-prima. A máquina, que deve começar a funcionar ainda neste mês de agosto, possibilita trabalhar com blendas diferentes de plástico, permitindo a mistura dos diferentes tipos de plásticos.

Rodrigo Ebert Harsteln é CEO da Xalingo e integra a gestão referente à terceira geração da empresa. A presidência do empreendimento foi assumida por ele em 2020, no começo da pandemia. Antes disso, o trabalho dele era de perito criminal, tanto que coordenou a perícia da Boate Kiss. No entanto, o convite para fazer parte da empresa do avô foi feito há mais tempo: em 2017. Para assumir um papel importante dentro da empresa, ele conta que apostou em muito preparo, tanto que fez curso de gestão e negócios na Unisinos. Acompanhando muitos setores de perto, Rodrigo tentou se inteirar de todos os assuntos, buscando sempre a excelência. Conforme ele, a Xalingo é a segunda maior empresa no ramo dos brinquedos no Brasil, atrás apenas da Estrela. O segredo para tanto tempo no mercado é a constância e a busca incessante por uma gestão de qualidade.

Responsabilidade

Em Santa Cruz, conforme o CEO, a aquisição da máquina extrusora - um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão - promete trazer muitas mudanças positivas: "Vamos poder fazer uma mistura de plásticos. Essa máquina vai abrir as portas para um ciclo completo do plástico". O foco, no momento, é justamente o investimento em equipamentos para que também seja possível ampliar a produção na área de agronegócio. Entre os outros investimentos previstos na empresa estão melhorias pontuais na planta, no sistema de controle de peças e de automação.

Para Rodrigo, estar à frente de uma empresa que há tantos anos faz história em Santa Cruz, tendo 540 colaboradores, é uma grande responsabilidade. Além disso, ele afirma que não irá poupar esforços para fazer o empreendimento crescer cada vez mais. O segredo, segundo ele, também está no fato de que a gestão sempre soube o momento certo para expandir ou concentrar esforços. Para comemorar os 75 anos da Xalingo uma programação especial vai ser realizada no próximo mês tanto para funcionários quanto clientes. 

Curiosidades

A Xalingo conta com uma unidade em Santa Cruz do Sul, outra em Santa Catarina e uma em São Paulo. Além disso, a empresa é constituída por três marcas: a Xalingo (focada em brinquedos); Agriplax (direcionada ao agronegócio) e Inomax (marca relacionada ao fornecimento de moldes, soluções e projetos para ferramentaria).

No leque de brinquedos, são aproximadamente 800 produtos. O brinquedo que é o carro-chefe são as pecinhas de montar, conhecidas como brinquedo de engenheiro, além do xadrez. Somando os produtos na linha do agronegócio, ultrapassa mil itens. Além de comercializar dentro do país, também são feitas exportações, principalmente para o Paraguai, mas também para a Argentina, Uruguai, Bolívia, Peru, Equador, África e Angola. 


Foto: Maiquel Thessing/Grupo Arauto de Comunicação
Rodrigo Ebert Harsteln é CEO da Xalingo e integra a gestão referente à terceira geração da empresa
Rodrigo Ebert Harsteln é CEO da Xalingo e integra a gestão referente à terceira geração da empresa