Centenário do nascimento de Arno Frantz é destaque no Museu do Colégio Mauá


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 02/08/2022 16:38
Atualizado 02/08/2022 16:40

Geral   LEMBRANÇAS

Como uma forma de reconhecimento à dedicação e contribuição de um homem público que fez a diferença em Santa Cruz do Sul, o Museu do Colégio Mauá abriu oficialmente a exposição 100 anos do Nascimento de Arno João Frantz. A partir da tarde desta terça-feira (2), um pouco da vida do “Seu Arno”, como era chamado no município, está em destaque no museu do educandário santa-cruzense. “É uma homenagem alusiva ao centenário do ex-aluno e político da nossa cidade, que merece todo nosso carinho e respeito”, destacou o diretor do Mauá, Nestor Raschen. 

Arno João Frantz nasceu em 9 de agosto de 1922, em Linha Andrade Neves, antiga Linha Schwerin, no interior de Santa Cruz do Sul. Ele era o sétimo de nove filhos do casal João e Rosa Frantz. Em 6 de outubro de 1948, Arno casou-se com Edeltraud Eggler Frantz, sua parceria de vida, com quem permaneceu durante 59 anos. Desta união nasceu a filha Else, no ano de 1950. Edeltraud foi muito importante nas ações sociais da extinta Legião Brasileira de Assistência (LBA). Arno Frantz faleceu em 12 de dezembro de 2019, aos 97 anos, em sua terra natal.  

A exposição está aberta ao público de terça a sexta-feira, das 14h até 17 horas, no museu localizado na Rua Marechal Floriano, 274, no centro de Santa Cruz do Sul. Os ingressos custam R$ 4, sendo que estudantes e aposentados pagam R$ 2. Os grupos devem agendar com antecedência pelo telefone (51) 3715-0496. O acervo que faz parte da mostra tem a colaboração da filha de Arno Frantz, Else Frantz Froemming; da professora Luciana Tremea; do jornalista Benno Bernardo Kist, que é autor do livro “Seu Arno: a fantástica história de Arno João Frantz, um político que conquistou respeito até pelo bom humor”; e do jornalista Romar Behling.

Mauá

Arno Frantz tinha orgulho em revelar sua história com o Colégio Mauá. Ele formou-se no curso de Guarda-Livros (Contabilidade) em 1941, quando o educandário se chamava Colégio Synodal. Na instituição também cursou o Ginasial, época em que foi aluno interno. O “Seu Arno” foi um grande colaborador do colégio, principalmente quando apoiou a transferência para a área que ocupa atualmente, tinha grande orgulho em revelar sua história como aluno do Colégio Mauá. O ex-aluno ajudou a Sociedade Escolar de Santa Cruz, mantenedora do Mauá, a efetivar um empréstimo junto à Caixa Econômica Estadual, com o objetivo de realizar as obras de adequação do Internato Masculino para ser a nova sede da escola em 1981.

Política

Na vida profissional, Arno Frantz herdou do pai a profissão de comerciante. Entre 1967 e 1976, Arno foi gerente local da Caixa Econômica Estadual. Além disso, ele ocupou o cargo de presidente da Sociedade Ginástica no período de 1973/1975. Na carreira política, o “Seu Arno” atuou como vereador nos mandatos de 1964-1968 e 1969-1972, bem como presidiu a Câmara de Vereadores em 1971. O político foi prefeito de Santa Cruz do Sul em duas ocasiões, nas gestões 1977/1982 e 1989/1992.

Dentro do executivo, Arno Frantz fez muitas obras que marcaram a vida da população santa-cruzense, como a construção da nova Estação Rodoviária (1982), da Avenida do Imigrante (Anos 80), do Ginásio Poliesportivo, o “Arnão” (1992), e coordenou a edificação de muitas creches, escolas municipais, pontes, entre outras benfeitorias. O santa-cruzense também foi Deputado Estadual, no período de 1995 e 1998, oportunidade em que representou Santa Cruz do Sul e região. 


Foto: Divulgação
A exposição está aberta ao público de terça a sexta-feira, das 14h até 17 horas, no museu localizado na Rua Marechal Floriano
A exposição está aberta ao público de terça a sexta-feira, das 14h até 17 horas, no museu localizado na Rua Marechal Floriano

Foto: Carolina Almeida/Jornal Arauto
Arno Frantz tinha orgulho em revelar sua história com o Colégio Mauá
Arno Frantz tinha orgulho em revelar sua história com o Colégio Mauá