Vale do Sol quer se tornar referência na apicultura


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 02/08/2022 14:00

Geral   PRODUÇÃO DE MEL

Uma cultura com grande potencial de exploração no município, a apicultura foi tema de encontro realizado na última sexta-feira, dia 29, na Câmara de Vereadores de Vale do Sol. Na oportunidade, foi apresentado um parecer sobre a produção de cerca de 30 apicultores vale-solenses em 2021, que representam 50% do total e intregram o programa Juntos Para Competir, realizado pelo Sebrae em parceria com o Senar e Farsul. 

Segundo levantamento da Emater de Vale do Sol, atualmente existem 60 apicultores  no município, que contabilizam cerca de 3.000 colmeias, gerando uma produção de 45 toneladas por ano. No Vale do Rio Pardo, Vale do Sol tem o terceiro maior número de colmeias. No que diz respeito ao grupo de 30 apicultores que intregram o programa estadual, eles contabilizaram em 2021, 1.983 colmeias, com uma produtividade média de 19 quilos de mel por caixa, semelhante a média nacional, de 19,8 quilos. O faturamento do grupo foi de aproximadamente R$ 500 mil. 

Segundo o técnico responsável por visitar os apicultores no Programa Juntos para Competir, José Washington Oliveira, o município tem um potencial muito grande de se tornar uma referência estadual, por conta do território ser praticamente todo rural e com muita área de mata, um local ideal para se colocar as caixas. “Ainda estamos começando esse projeto, mas vejo um grande potencial, tem tudo para dar certo”, destacou. A meta do grupo é aumentar em 15% a produtividade e faturamento até 2024, um número considerado possível.

Alternativa

Morador de Canto dos Italianos, Leonir Carlos Tech está há cerca de três anos investindo na apicultura. Atualmente, ele conta com 100 colmeias que produzem 35 quilos por caixa. A ideia é expandir para 200 colmeias e gradativamente diminuir o plantio de tabaco. 

No inverno, o foco está em garantir a manutenção das colmeias até a realização da colheita em dezembro. “Para mim é um hobby lidar com as abelhas. Por enquanto, o trabalho é de manutenção das caixas até dezembro para garantir uma boa produção. Espero ainda atingir entre 50 e 60 quilos por caixa”, conclui o produtor.


Foto: Gabriel Fuelber/Jornal Arauto
Há três anos o vale-solense Leonir Tech trabalha com a apicultura na sua propriedade
Há três anos o vale-solense Leonir Tech trabalha com a apicultura na sua propriedade

Foto: Gabriel Fuelber/Jornal Arauto
Até dezembro, trabalho será de manutenção das colmeias
Até dezembro, trabalho será de manutenção das colmeias