Mais jovens querem votar e exercer o direito à cidadania


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 28/06/2022 10:30
Atualizado 28/06/2022 10:36

Geral   DE OLHO NAS ELEIÇÕES

O interesse dos jovens pelo alistamento eleitoral cresceu consideravelmente nos últimos meses. Entre janeiro e abril deste ano, o país ganhou 2.042.817 novos eleitores entre 15 e 18 anos, um aumento de 47,2% em relação ao mesmo período em 2018, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A procura pelo título de eleitor é a maior registrada quando comparada às últimas eleições gerais, de 2018 e 2014, quando foram emitidos 877.082 e 854.838 novos documentos, respectivamente. Só em 2022, até abril, esse número já havia sido superado, com 1.144.481 novos eleitores da faixa etária. O prazo para regularização foi até 4 de maio.

Em Santa Cruz, Vera Cruz e Vale do Sol,  de acordo com o TSE, 847 jovens entre 15 e 17 anos - quando o voto ainda é facultativo - buscaram o alistamento eleitoral. Em comparação com as últimas eleições gerais, o aumento pela procura foi de 39% (608 novos cadastros em 2018). 

Emily Lara, estudante santa-cruzense, completou 18 anos e vai votar pela primeira vez. Ela destaca a importância da participação nas escolhas de seus representantes e o exercício democrático. “Eu tive a iniciativa com o apoio dos meus pais. Na internet eu também vi muitas campanhas que incentivavam o jovem a fazer seu título de eleitor e exercer o seu direito do voto”, comenta. 

Nas redes sociais há campanhas para que o eleitor jovem tenha interesse em participar das escolhas de seus gestores públicos. A juventude brasileira foi convocada a participar das eleições que acontecerão em outubro, e a resposta foi satisfatória.  Segundo o TSE, em março deste ano, o Brasil contou com o ingresso de 522.471 novos eleitores de 16 a 18 anos. Em abril esse número foi de 991.415 jovens com o primeiro título, um salto de 89,7% quando comparado ao mês anterior.

Para Emily, a atuação popular nas urnas é uma liberdade que deve ser aproveitada da melhor forma. “Nós somos livres e vivemos em um país democrático, portanto, é de extrema importância a participação do povo nas urnas. Eu busco acompanhar o momento político do país. Para quem deseja participar e ser decisivo nas escolhas, o voto é o ponto inicial para esse processo”, destaca.

A Justiça Eleitoral realizou campanhas de conscientização e incentivo ao eleitorado como um todo, em especial aos jovens, por meio da mídia e nas escolas. Neste ano, pela primeira vez, a campanha contou com a adesão espontânea de artistas e influenciadores, que dialogam diretamente com esse eleitorado, o que ajudou a impulsionar os números. Esse cenário tende a incentivar os jovens a terem um maior engajamento e, por consequência, procurar participar mais ativamente do processo eleitoral. Para isso, é imprescindível ter o título de eleitor em mãos.

Eleitorado

Em Vera Cruz, são 8.983 homens e 9.593 mulheres aptos a votar, totalizando 18.576 eleitores, segundo estatísticas do mês de maio de 2022, no site do TRE-RS. Com 16 e 17 anos, os jovens desobrigados, mas aptos a votar, chegam a 230.

Em Vale do Sol, dos 8.251 eleitores, 4.155 são homens e 4.096 são mulheres. Jovens entre 16 e 17 anos somam 87 eleitores aptos.

Em Santa Cruz são 105.438 eleitores aptos, sendo 49.125 homens, 56.313 mulheres. Dos jovens com 16 e 17 anos, 1.142 estão com o título em dia para votar, segundo as estatísticas do TRE-RS relativas ao mês de maio.


Foto: Divulgação
Emily fez o título de eleitor e vai votar pela primeira vez em 2022
Emily fez o título de eleitor e vai votar pela primeira vez em 2022