FGTAS Sine de Santa Cruz terá atendimento preferencial para migrantes nesta quinta


Por: Portal Arauto
Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Publicado 22/06/2022 20:25
Atualizado 22/06/2022 20:29

Geral   EMPREGO

As agências FGTAS/Sine estão oferecendo 6.618 vagas de trabalho no Rio Grande do Sul. Do total de vagas abertas, 67,7% não exigem experiência; 20,5% não pedem escolaridade; 28,4% solicitam candidatos com Ensino Fundamental completo e 20%, com Ensino Médio completo. Nesta quinta-feira (23), 31 unidades, inclusive a de Santa Cruz do Sul, oferecerão atendimento preferencial para migrantes. A agência de Santa Cruz atende das 8h às 16h, na Rua Marechal Floriano, número 907.

O atendimento preferencial integra a programação da 3ª Semana Estadual do Migrante – Promover a cidadania: garantir direitos sociais e fortalecer a participação social. O evento promovido pelo Comitê de Atenção a Migrantes, Refugiados, Apátridas e Vítimas de Tráfico de Pessoas do Rio Grande do Sul (Comirat/RS) envolve, ainda, mutirão de regularização migratória, debates, consulta pública e apresentação da minuta da política estadual.

Em relação ao setor econômico, 32,6% das vagas pertencem ao setor de serviços; 31,4%, à indústria; 19,5%, ao comércio; 13,5%, à construção; e 2,8%, à agropecuária. As agências FGTAS/Sine com as maiores quantidades de vagas são Nova Santa Rita (510), Porto Alegre Centro (383), Erechim (345), Farroupilha (328), Garibaldi (320) e Caxias do Sul (310).

A remuneração de 47% das oportunidades varia de 1,5 a 2 salários mínimos e de 24,6% das vagas, de 2 a 3 salários mínimos.

Ocupações com os maiores números de vagas abertas:

• Alimentador de linha de produção (1.018)

• Vendedor de comércio varejista (206)

• Pedreiro (168)

• Auxiliar nos serviços de alimentação (166)

• Motorista de caminhão (157).

Mais de 2,7 mil estrangeiros cadastrados

Em 2021, 2.796 trabalhadores estrangeiros cadastraram-se nas agências FGTAS/Sine. Desse total, 55,4% compunham a renda e 38,6% eram chefes de família. A nacionalidade dos trabalhadores cadastrados nas unidades, em sua maioria, era de Haiti (1.261), Venezuela (1.015), Uruguai (167), Senegal (83), Argentina (56), Cuba (53) e Bangladesh (42).


Foto: Arquivo / Agência Brasil
O atendimento preferencial integra a programação da 3ª Semana Estadual do Migrante
O atendimento preferencial integra a programação da 3ª Semana Estadual do Migrante