Comércio registra crescimento de 7% nas vendas do Dia das Mães


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 12/05/2022 08:54
Atualizado 12/05/2022 09:07

Geral   ECONOMIA

O comércio varejista registrou alta de 7% nas vendas de artigos para a comemoração do Dia das Mães. A data, celebrada no último domingo, 8 de maio, representam um crescimento real no consumo na comparação com o mesmo período do ano passado. Dentre os produtos mais vendidos estão os artigos de vestuário, cosméticos e perfumaria e produtos de bazar. A expectativa dos lojistas segue em alta com a comemoração do Dia dos Namorados, no próximo 12 de junho.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Santa Cruz do Sul (Sindilojas VRP) Mauro Spode revela que a movimentação nas calçadas no centro do município, começou a se intensificar durante a tarde da sexta-feira, antevéspera da data. “Já no sábado, desde as primeiras horas, notamos um movimento muito bom, que acabou refletindo em bares, cafeterias e restaurantes. O clima estável colaborou com a venda, trazendo os consumidores para as ruas”, relata.

Spode explica que o balanço prévio aponta um crescimento de 7% contra o desempenho das vendas no ano passado. “Em 2021, já se vivia um ensaio para a retomada da economia. No entanto, este ano podemos afirmar que houve sim uma retomada da economia, no que se refere ao consumo para a data, a índices semelhantes aos medidos antes da Covid-19”, destaca.

Entre os itens mais vendidos está, em primeiro lugar, os artigos de vestuário, seguido de cosméticos e perfumaria e produtos de bazar. “O ticket médio de vendas também foi bom, ficando na faixa dos R$ 150,00. A data do Dia das Mães é sempre positiva para o comércio, sendo a segunda mais importante para vários segmentos do varejo”, aponta o dirigente.

A expectativa do amor

A próxima data no calendário de vendas é o 12 de junho – que no Brasil celebra o Dia dos Namorados. Conforme o presidente do Sindilojas VRP, ao longo dos anos a comemoração vem registrando maior relevância no que se refere às vendas e ao faturamento do comércio. “Se o clima ainda ajudar, confirmando que teremos nos próximos dias uma onda de frio, a expectativa sobre o aumento no volume de vendas deve se manter”, projeta Mauro Spode.

Conforme o empresário, confirmando a projeção que é positiva para o próximo mês, o varejo tende a consolidar um ano de crescimento no consumo, com a repetição de índices positivos desde o início do ano. “Mantendo este viés positivo, podemos crer que sim, apostamos no crescimento deste setor, mesmo em meio às dificuldades econômicas nacionais e a tensão internacional; por conta da guerra entre a Ucrânia e a Rússia, que provocam reflexos negativos em todo o mundo”, complementa o presidente do Sindilojas VRP.

 


Foto: Nascimento MKT
Para o varejo, a data confirmou a retomada da economia, com crescimento real nas vendas, na comparação com o mesmo período do ano passado
Para o varejo, a data confirmou a retomada da economia, com crescimento real nas vendas, na comparação com o mesmo período do ano passado