Candelária está entre as dez cidades gaúchas com maior queda no número de homicídios


Por: Portal Arauto
Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Publicado 12/05/2022 08:42
Atualizado 12/05/2022 08:47

Polícia   SEGURANÇA PÚBLICA

O quarto mês de 2022 se encerrou com retorno à tendência de queda nos homicídios no Rio Grande do Sul, observada ao longo dos últimos três anos. O número de vítimas caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 neste ano. O resultado atesta a efetividade das ações realizadas pelas forças de segurança após ligeira alta ocorrida em março, em especial para a rápida contenção de conflito pontual entre organizações criminosas na Capital. Na soma de janeiro a abril, o Estado também registra queda nos assassinatos, de 564 no ano passado para 544 (-3,5%) – tanto no recorte mensal quanto no acumulado, os totais atuais são os menores desde 2006.

O foco territorial adotado pelo programa RS Seguro, para combater o crime nos locais que apresentavam os indicadores mais elevados ao longo da última década, teve impacto significativo para diminuição dos homicídios no Estado. Entre os 23 municípios priorizados para monitoramento intensivo pela Gestão de Estatística em Segurança (GESeg), nove encerraram o mês sem nenhum assassinato – Cachoeirinha, Esteio, Gravataí, Guaíba, Ijuí, Lajeado, Novo Hamburgo, Pelotas e Viamão.

Em Cachoeirinha, já são três meses consecutivos sem homicídios, e em Guaíba, o segundo. Das 23 cidades priorizadas, 16 tiveram queda ou estabilidade no número de assassinatos em abril, na comparação com o mesmo período no ano passado. E no cenário acumulado de quatro meses, entre as 10 maiores reduções no número de vítimas, em relação ao mesmo intervalo de 2021, sete ocorreram em cidades que integram o grupo priorizado pelo RS Seguro. No Vale do Rio Pardo, Candelária fechou o período sem nenhum homicídio, contra quatro no ano passado. O município também registrou um feminicídio no período.


Foto: Divulgação Polícia Civil
Série de ações integradas colaboraram para a redução de assassinatos, em especial em Porto Alegre
Série de ações integradas colaboraram para a redução de assassinatos, em especial em Porto Alegre

Foto: Divulgação
Ranking das dez maiores quedas
Ranking das dez maiores quedas