DNIT autoriza projeto de primeira fase da duplicação da BR-471


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Santa Cruz do Sul
Publicado 10/05/2022 15:52
Atualizado 10/05/2022 15:57

Geral   TRÂNSITO

Encontro entre representantes da Prefeitura de Santa Cruz do Sul e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) selou a aprovação da primeira fase do projeto de duplicação da BR-471.
A reunião ocorreu na manhã desta terça-feira (10), em Porto Alegre.

O município do Vale do Rio Pardo foi representado pelo secretário de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmob), Valmir José dos Reis, o coordenador do Departamento de Fiscalização de Trânsito, Cassiano Rauber, e pelo coordenador do Departamento de Projetos Urbanos e Obras Públicas da Secretaria de Planejamento, Daniel Feuerharmel. Em nome do DNIT participaram os engenheiros Carlos Vieira e Marcos Ribeiro. 

A prefeita de Santa Cruz do Sul, Helena Hermany, recebeu a notícia com grande alegria. Conforme Helena, a duplicação é um projeto desejado há muitos anos pela população santa-cruzense e extremamente necessário para que o município prossiga se desenvolvendo. A prefeita destacou a importante colaboração da Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp), que arcou com todo o investimento para a elaboração do projeto, após campanha envolvendo empresas do município. “Com essa importante parceria, entre o poder público e a iniciativa privada, estamos criando as condições para que Santa Cruz siga crescendo, gerando emprego e renda para nossa população”, comentou.  

Valmir dos Reis destacou que a aprovação do projeto demonstra o empenho da gestão Helena Hermany – Elstor Desbessell em buscar soluções para as questões da mobilidade no município a partir de obras estruturantes. A primeira etapa da obra contempla o trecho do KM 138 ao KM 140, do trevo do Gaúcho Diesel até a rua Oscar Jost. 

O titular da Sesmob salienta que a duplicação do trecho da BR-471 que corta a zona urbana de Santa Cruz do Sul será uma obra importante para o município. “É uma obra estruturante, em um área com um gargalo grande, que atinge o Distrito Industrial. Vai modernizar todo o entorno, desafogando o trânsito na região”, avaliou.

Projeto – A duplicação do trecho da BR-471 que corta a zona urbana de Santa Cruz do Sul totaliza nove quilômetros, do entroncamento com a RSC-287 (Gaúcho Diesel) até o Distrito Industrial. A extensão da rodovia foi municipalizada em 2014. A primeira etapa da obra contempla o trecho do KM 138 ao KM 140, do trevo do Gaúcho Diesel até a rua Oscar Jost. A duplicação permitirá melhor escoamento da produção das empresas instaladas na região, com mais segurança e trafegabilidade para todos que transitarem pela pista.

O vice-prefeito de Santa Cruz do Sul e secretário de Planejamento e Orçamento, Elstor Desbessell, revelou que o Executivo está empenhado para conseguir lançar a licitação para a obra ainda nesta semana. Ele estima que a primeira fase da duplicação atinja o valor de R$ 25 a 27 milhões. “Este é um projeto de grande urgência para nossa cidade, que trará impactos positivos para nossa economia e para a segurança no trânsito da região”, declarou.
 


Foto: Guilherme Bica / Portal Arauto
Primeira etapa da obra contempla o trecho do KM 138 ao KM 140, do trevo do Gaúcho Diesel até a rua Oscar Jost
Primeira etapa da obra contempla o trecho do KM 138 ao KM 140, do trevo do Gaúcho Diesel até a rua Oscar Jost