“Todos somos responsáveis pelo trânsito”, diz secretário Reis em reflexão ao Maio Amarelo


Por: Portal Arauto
Publicado 04/05/2022 06:55
Atualizado 04/05/2022 06:55

Geral   CONSCIENTIZAÇÃO NO TRÂNSITO

Um movimento internacional instaurado pela Organização das Nações Unidas (ONU) que visa à conscientização e redução de acidentes de trânsito é celebrado neste mês de maio. A iniciativa, chamada de ‘Maio Amarelo’ também é uma ação entre o Poder Público, iniciativa privada e sociedade civil.

Com objetivo de tornar o trânsito de Santa Cruz do Sul mais seguro, o Secretário Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Valmir José dos Reis, destaca que um plano de segurança para o Município, composto por operações e programas, está em fase de elaboração. Reis explica que, uma das primeiras operações em andamento e que já faz alusão ao Maio Amarelo é a presença de um guarda municipal e um fiscal de trânsito em cerca de nove pontos específicos da cidade. “Essa operação trabalha em cima do tema que segurança é uma sensação, ou se sente seguro ou não. E dentro da campanha do Maio Amarelo, se objetiva reduzir em 50% os acidentes no trânsito”, disse.

Reis pontuou que o foco destas ações, tanto neste mês como em outras operações, será para a educação. “Nós entendemos que no trânsito o lema é a educação e não que os fiscais sejam repressivos ou arrecadatórios”. Onde se encontram estes pontos pela cidade também ocorrerá à distribuição de panfletos educativos sobre o trânsito e abordagens qualificativas. Através do programa Guarda-Costas palestras serão realizadas nas escolas municipais. “Vamos trabalhar a questão do trânsito também nas escolas”.

O secretário frisou que Santa Cruz possui cerca de 90 mil veículos e para manter um bom trânsito é necessário o acompanhamento diário. “Temos algumas questões pontuais que precisam ser melhoradas, e estamos analisando isso”, disse. Entre essas observações, Reis destaca que é importante manter o fluxo no trânsito de maneira que as pessoas não percam muito tempo em congestionamentos. “Em uma cidade como a nossa é impossível zerar os acidentes”.

Como reflexão, Reis disse que o ‘Maio Amarelo’ é um momento pensar em nossas atitudes no trânsito. “O trânsito é umas das maiores pandemias do mundo que causam mortes. Temos que pensar que todos, com um pouco de reflexão, somos resposáveis pelo trânsito e diminuição desses acidentes”.

Próximas ações focarão no sossego público e social

Compondo o plano de segurança pública de Santa Cruz, o secretário disse que nos próximos 30 dias, a pasta trabalhará na questão do sossego público, atuando em locais de convivência e diversão que compartilham o mesmo espaço com residentes, como uma forma de tornar o ambiente harmônico para todos.

Na questão social o foco será nos flanelinhas e imigrantes que ficam nas ruas da cidade. “Santa Cruz é uma cidade que não pode se caracterizar por problemas sociais, por isso, vamos encontrar soluções como tirar eles das ruas, e por exemplo, inclui-los em programas sociais e albergues”, contou.

Serão entre oito e nove ações dentro do plano. Para tê-lo em prática de forma efetiva, Reis lembrou que novos agentes de trânsito e guardas serão chamados. “Estamos em treinamento visando qualificar e modernizar técnicas de legislação em nosso Município”.

Outro projeto importante que deve estar em funcionamento dentro de 30 dias são as câmeras inteligentes nas escolas municipais. Cada educandário terá duas câmeras de alta resolução e uma contará com reconhecimento facial. “Uma será instalada na parte interna e outra na entrada da escola, assim teremos o controle eletrônico para prevenir crimes ou identificar pessoas ligadas ao tráfico, por exemplo”, disse Reis.

Conforme o secretário, as imagens serão cedidas para a Brigada Militar no Centro Integrado de Operações Policias e Emergências. “Isso é um protagonismo do Município multiplicando o meio humano de segurança. Tu não vê a polícia, mas ela está te vendo”, frisou.

Para auxiliar e modernizar as ações na segurança será instalado no prédio da secretária o Centro Integrado de Comando e Controle, que integrará os órgãos de segurança e para acompanhamento real do que acontece no Município. “Em breve teremos mais novidades”, disse Reis.

Serão entre oito e nove ações dentro do plano. Para tê-lo em prática de forma efetiva, Reis lembrou que agentes de trânsito e guardas serão chamados. “Estamos em treinamento visando qualificar e modernizar técnicas de legislação em nosso Município”.


Foto: Ricardo Gais/Portal Arauto
Secretário Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Valmir José dos Reis
Secretário Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Valmir José dos Reis