Polícia vai pedir quebra de sigilo ao Facebook para descobrir quem criou as listas de Candelária


Por: Portal Arauto
Publicado 30/04/2022 07:00

Polícia   INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil de Candelária irá pedir a quebra de sigilo à empresa Meta - gestora do Facebook e WhatsApp - para descobrir quem criou as listas de nomes com adjetivos ofensivos dos moradores do município. O caso ganhou repercussão nacional após serem compartilhadas cinco listas nomeando os "mais chatos", "mais cornos" e "mais velhacos", além de outras duas remetendo a ligações com drogas e sexualidade. 

Segundo a delegada Alessandra Xavier de Siqueira, o pedido judicial deve ser feito na próxima semana. Um dos suspeitos de ter divulgado as listas já foi identificado e, após um pedido de desculpas à uma das vítimas que registrou o caso, houve um acordo entre as partes no Cartório de Mediação de Conflitos da Polícia Civil.

Agora, outros possíveis suspeitos de compartilhar as listas vão ser ouvidos para que, após a autorização da quebra de sigilo - o que, segundo a delegada, deve ser mais demorado, a polícia possa dar sequência à investigação.


Foto: Divulgação
Polícia vai pedir quebra de sigilo ao Facebook para descobrir quem criou as listas de Candelária