Grêmio vence Operário-PR fora de casa e entra no G-4 da Série B


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa do Grêmio
Publicado 27/04/2022 21:02
Atualizado 27/04/2022 21:04

Esportes   FUTEBOL

O Grêmio foi até Ponta Grossa, no Paraná, para buscar a primeira vitória longe da Arena. Em jogo válido pela quarta rodada da série B do Brasileirão, o Tricolor encarou o Operário, venceu por 1 a 0 e traz na bagagem os três pontos. O gol foi marcado na segunda etapa por Elias que entrou e abriu o placar. Com o resultado a equipe de Roger Machado subiu na tabela de classificação e está entre os quatro primeiros.  

O Tricolor iniciou a partida pressionando a saída de bola adversária e, no primeiro minuto de partida, Villasanti tentou a finalização. O volante tentou o chute de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 3’ foi a vez do Operário tentar de longe, mas sem dificuldades para Brenno que segurou a bola com tranquilidade.  

O Grêmio seguia tentando abrir o placar com chutes de longa distância. Aos 8’, a bola sobrou para Bitello que, de primeira, mandou uma bomba de fora da área. O chute saiu por cima do gol de Vanderlei. Dois minutos depois, foi a vez de Campaz tentar marcar o gol neste estilo, tendo a melhor chance. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou pro camisa 7 que chutou forte, Vanderlei espalmou à queima roupa.  

O Operário priorizava a marcação do meio-campo, dificultando o ataque Tricolor. Mas aos 27’, veio a melhor chance do primeiro tempo. Rodrigo Ferreira ficou cara a cara com o goleiro adversário, chutou, mas Vanderlei salvou com o pé. A equipe paranaense buscava chegar ao gol através da troca de passes, mas não dava trabalho ao goleiro Brenno que contava com a defesa Tricolor. Aos 35’ no chute de Ricardinho, a bola desviou na zaga do Grêmio e foi embora.  

Aos 38’ foi a vez da equipe de Roger Machado tentar mais uma vez de fora da área. Campaz arriscou, mas a bola passou por cima do gol. A primeira etapa terminou sem grandes chances. 

No intervalo, o técnico gremista mexeu na equipe: Elias entrou na vaga de Campaz. Logo no primeiro giro do ponteiro o Grêmio teve uma grande chance com Diego Souza. O centroavante estava cara a cara com o goleiro Vanderlei, tentou o drible e caiu. Em um primeiro momento, o árbitro marcou pênalti, mas, com o auxílio do VAR, foi anulado.  

O Tricolor voltou mais inspirado para a segunda etapa e a mudança na equipe surtiu efeito. Aos 7’, Biel cruzou na medida para Elias. O atacante marcou o gol! Em um primeiro momento, o auxiliar viu impedimento de Biel no lance, mas o VAR validou o gol.  

Logo depois do Tricolor abrir o placar, o Operário realizou as primeiras modificações: Felipe Saraiva e Marcelo entraram nas vagas de Thomaz e Ricardinho. Aos 13’, Brenno levou o primeiro susto na partida: Marcelo chutou forte, com efeito e a bola passou perto da trave. 

Mesmo na frente, o Grêmio não se acomodou com o gol. Aos 17’, novamente Elias fez Vanderlei trabalhar. O camisa 18 chegou com tudo na área, de frente para o goleiro que ficou com a bola. Já o Operário até tentava atacar com auxílio da posse de bola, mas o Tricolor marcava bem. 

Aos 27’ o técnico do Operário realizou mais três trocas. Giovanni Pavani, Júnior Brandão e Felipe Garcia entraram nos lugares de Reina, Paulo Sérgio e Fernando Neto. Roger Machado também fez modificações: Janderson e Sarará foram os escolhidos para as vagas de Biel e Lucas Silva.   

Após as modificações, o Tricolor seguiu levando perigo para Vanderlei. Aos 31’, Bitello chutou de dentro da pequena área, mas a bola passou pelo lado do gol. A comissão técnica do Grêmio mexeu novamente na equipe. Aos 38’, Benítez entrou no lugar de Bitello e Ricardinho na vaga de Diego Souza.  

Os minutos finais foram tensos, mas o Grêmio administrou bem o placar. Final de jogo, Operário 0, Grêmio 1. O próximo desafio é em casa! O Tricolor conta com o apoio da torcida para seguir com a sequência de vitórias. A partida será contra o CRB.  


Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Tricolor chegou aos sete pontos, mas ainda pode ser ultrapassado por Ponte Preta e Criciúma no complemento da rodada
Tricolor chegou aos sete pontos, mas ainda pode ser ultrapassado por Ponte Preta e Criciúma no complemento da rodada