Languiru lança plano de suporte a produtores com foco na cadeia leiteira


Por: Portal Arauto
Publicado 14/01/2022 16:55
Atualizado 14/01/2022 16:57

Região   PROGRAMA PRÓ-LEITE LANGUIRU

Estimativas dão conta de que o prejuízo com a estiagem no agronegócio do Rio Grande do Sul pode ultrapassar R$ 19 bilhões, em mais de 70 mil propriedades. No cenário da Cooperativa Languiru de Teutônia (RS), entre as atividades atingidas, uma das que sofre as maiores consequências é a atividade leiteira.

Em razão disto, a Cooperativa vem monitorando essa realidade e atuando para amenizar os efeitos para os produtores. Além de benefícios sociais que alcança para seus associados, na forma de assistência econômica e social e subsídios, tem ajustado seu sistema de remuneração para oferecer sustento para os produtores nesse momento. Enquanto a maioria das empresas do segmento atua com o estabelecimento de um preço fixo por litro de leite, remunerando unicamente a quantidade, a Languiru estabelece critérios que remuneram o produtor com base em quesitos de qualidade e somam ao valor base pago pelo leite.

No surgimento das primeiras consequências da estiagem a Languiru já ampliou o leque de benefícios aos produtores, com destaque, por exemplo, para a venda de rações a preço de custo aos associados. Além disso, a Cooperativa ampliou o sistema de remuneração, criando o Programa de Profissionalização da Cadeia Leiteira Languiru (Pró-Leite). Com a ação, é inserida uma série de quesitos novos à remuneração do produtor. O primeiro bônus já está sendo pago nessa primeira quinzena de janeiro, retroativo ao leite entregue no mês de dezembro. Cada quesito tem faixas de alcance, conforme o grau de desenvolvimento do produtor naquele quesito. Além disso, o agricultor pode agregar cerca de 15% no valor médio que vem recebendo pelo litro de leite.

 

Prêmio valoriza todos os portes de produtores

 

Na Cooperativa, grande parte dos associados produtores de leite, ainda se encontram na categoria de produção diária de até 500 litros/dia. Tecnicamente, é considerada uma quantidade desafiadora - é necessário que o produtor seja extremamente profissional com essa litragem como fonte de renda. Entre as novidades do Pró-Leite, a Languiru continua investindo nesses produtores oferecendo assistência técnica e suporte para que possam produzir com a eficiência necessária e, além disso, buscar a ampliação da produção.

Entre as novidades do Pró-Leite, há uma categoria de premiação extra: Prêmio até 500 litros. É um bônus adicional, que soma ao valor base e os bônus que ele já recebe pelo leite, incentivando a evolução da propriedade. É uma premiação extra, pois assim como os demais produtores com produção maior, já estão recebendo valor adicional também pelo indicador “Incremento Geral”.

Outra novidade inovadora, é um bônus especial relacionado à conformidade das questões ambientais. Produtores que mantém cobertura florestal e protegem as nascentes de água da propriedade também serão recompensados. “É um programa de vanguarda, inovador, que além de alinhar o foco dos produtores ás demandas mais modernas do mercado, como a responsabilidade ambiental, acaba sendo o suporte necessário para que continue investindo na propriedade”, salienta o presidente da Languiru, Dirceu Bayer,


Foto: Elton Rabuscke/Arauto FM
Cooperativa tem atuado para amenizar os efeitos da estiagem aos produtores
Cooperativa tem atuado para amenizar os efeitos da estiagem aos produtores