Vale do Rio Pardo pode voltar a ter restrições se pandemia apresentar piora


Por: Portal Arauto
Publicado 11/01/2022 20:00

Geral   DECISÃO

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira (11), prefeitos e representantes dos municípios que integram o Consórcio Intermunicipal de Serviços Vale do Rio Pardo (Cisvale) e a Associação de Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) discutiram a preocupação com o aumento do número de casos da Covid-19 e ações para lidar com a estiagem. Caso a situação em relação à Covid-19 tenha uma grande piora, não está descartada a possibilidade de estabelecimento de restrições.

Segundo o presidente da Amvarp e também prefeito de Encruzilhada do Sul, Benito Paschoal, a pandemia tem sido muito preocupante no Vale do Rio Pardo. Em função disso, ele recomenda que as pessoas de fato realizem os testes em caso de qualquer sintoma semelhante à Covid-19. No entanto, segundo Paschoal, também é preciso que se tenha conscientização da importância da vacinação, do uso de máscaras e álcool em gel: "Porque se o número de casos continuar crescendo e avançando, o Estado vai emitir alertas e vamos voltar a ter restrições. Nenhum prefeito do Vale do Rio Pardo quer provocar restrições, mas se continuar crescendo exponencialmente como está hoje, com certeza alguma medida será tomada". Além disso, se tem conhecimento de que não haverá aumento no número de leitos nos hospitais da região.

ESTIAGEM

Situação que atinge os municípios do Vale do Rio Pardo, a estiagem tem gerado preocupação. O presidente da Amvarp destaca que 95% dos municípios da região já decretaram situação de emergência. A falta de chuva tem prejudicado o abastecimento de diversas propriedades, afetando o consumo humano e também dos animais.

Diante do problema, ressalta que se torna necessário achar soluções que amenizem a seca e uma delas é o armazenamento de água. Conforme discutido na reunião, é interessante o uso de cisternas para reaproveitamento da água da chuva, além de construção de barragens. Contudo, observa que essa preocupação com o armazenamento de água deve ser um cuidado por parte de toda a população. "É preciso levar água para as pessoas, abrir açudes, levar cestas básicas para as pessoas afetadas com a seca e trabalhar junto aos bancos para que haja prorrogação de dívidas para os pequenos produtores. Também trabalhar junto aos governos federal e estadual para que as Prefeituras possam atender melhor as pessoas, mas é necessário trabalhar efetivamente em soluções a longo prazo", reforça.


Foto: Divulgação
Santa Cruz e região têm apresentado um aumento no número de casos da Covid-19
Santa Cruz e região têm apresentado um aumento no número de casos da Covid-19