“Podem esperar muita vontade e comprometimento em 2022”, diz Helena Hermany


Por: Portal Arauto
Publicado 03/01/2022 06:00
Atualizado 03/01/2022 07:29

Política   SANTA CRUZ

Ao fechar seu primeiro ano de mandato à frente da prefeitura de Santa Cruz do Sul, Helena Hermany recebeu o Grupo Arauto para uma avaliação do ano que se passou e as projeções futuras para este novo ano. Entre os destaques para 2022 são: escolas mais digitais, centralização do sistema do Executivo Municipal em um único espaço, continuidade do Calçadão, obras no trânsito e Corsan.

A prefeita começa relembrando que 2021 não foi um ano fácil, pois iniciou com a cidade afetada pelas enxurradas e a pandemia no auge de infectados, fazendo com que os planos iniciais fossem alterados para resolver essas demandas. “Apesar de todas essas intempéries foi um ano acima da expectativa, pois tivemos superávit todos os meses, e com esse dinheiro a gente pôde ajudar as pessoas que tiveram prejuízos com a pandemia”, disse.

Ela destacou que conseguir ajudar as grandes e pequenas empresas só foi possível através da parceria e colaboração de todos. “Conseguimos fazer com que nenhuma empresa precisasse fechar e puderam sobreviver. Hoje eu noto, que agora, as empresas estão indo bem e superando toda essa dificuldade”. Através disso, Helena acredita que a parceria entre todos é fundamental, citando que a comunidade aderiu à campanha de doação de brinquedos para serem entregues na campanha de Natal. “Conseguimos fazer com que este ano fosse diferente, marcado pela pandemia, mas também um ano onde a pessoa humana e o sentimento de solidariedade se sobrepuseram a todas as dificuldades”, pontuou.

O ano também foi marcado por entrega de obras e demandas à comunidade, como novas creches, postos de saúde, maquinários, uniformes escolares e outros. A prefeita pontua que mais obras deveriam ter sido entregues em 2021, mas atrasaram devido às limitações de material e mão de obra, como os banheiros da Praça Getúlio Vargas, no centro da cidade. “A obra está demorando demais. Eu gostaria que tivesse ficado pronta antes do Natal, mas agora deve ser finalizada neste início de ano”, sublinha Helena.

Para este novo ano que inicia a prefeita Helena Hermany elenca que a meta é conferir as demandas do centro, bairro e interior, um olhar para todos os santa-cruzenses.  “Que neste ano a comunidade seja minha parceira novamente, pois desta prefeita podem esperar muita vontade, comprometimento e esforço. Quero dar tudo de mim para que o ano que se inicia seja melhor. Quero que todos possam dizer: como é bom morar em Santa Cruz”.

Saiba as principais demandas para 2022

Transporte Público Urbano e Corsan

O valor da tarifa do transporte urbano está subsidiado até o mês de fevereiro, e para evitar um possível aumento, a prefeitura contratou a Fundatec - empresa de consultoria – que está avaliando situações que mantenham o serviço do Consórcio TCS, sem aumento de custo no bolso dos usuários. “Essa empresa apontou diversos caminhos, tanto para a TCS como para a Prefeitura, para diminuirmos o déficit, que já está menor, graças aos estudos da empresa de consultoria”, disse Helena Hermany. Uma das sugestões da Fundatec foi aumentar o número de rotas e tirar de circulação alguns ônibus, assim, mais passageiros usariam o transporte. 

O que também deve evitar o aumento da tarifa é a licitação do Estacionamento Rotativo Pago, o Rapidinho. A prefeitura pretende usar o valor desta tarifa para subsidiar as passagens e a operação dos ônibus. “Queremos que aqueles que têm carro ajudem a evitar o aumento do valor da passagem”, sublinhou a prefeita.

Já a Corsan, tema polêmico durante o ano que passou quando Helena decidiu não assinar o aditivo contratual, a chefe do Executivo destacou que a comunidade pode ficar tranquila e que os serviços serão prestados da maneira certa. “Temos um contrato muito bom e bem elaborado, então, esse contrato vai ter que ser cumprido”.

A prefeita destaca que uma empresa de consultoria será contratada para encontrar a melhor alternativa a ser tomada em relação à Corsan, e essa decisão será tomada até o dia 15 de março. “A medida que tomarmos vai impactar durante décadas e gerações, por isso temos que escolher a melhor alternativa”, disse.

Calçadão e Lago Dourado

Sem dar uma estimativa de conclusão, a prefeita Helena Hermany disse que a obra do Calçadão da Rua Marechal Floriano não vai ser concluída no prazo esperado. “É uma obra muito detalhada e há muito trabalho sendo feito nas raízes das árvores. Então, eu não gostaria de prever um prazo de conclusão, mas espero que em 2022 estejam prontas estas três quadras”, disse. Já as outras duas quadras, entre as ruas Ramiro Barcelos e Vinte e Oito de Setembro, apenas serão mexidas após a conclusão dos trechos já em obras.

O Lago Dourado, reaberto para a comunidade em setembro do ano passado, apesar das reformas na pista e novos estacionamentos, deve receber mais incrementos, como playgrouds, quiosques e áreas de esporte e lazer. No entanto, para realizar essas melhorias o Executivo quer fazer parcerias público-privada. “Lá tem muito o que ser feito. Estamos querendo fazer parcerias para que empresas assumam determinados espaços e os explorem, por exemplo, colocar pedalinhos no Lago”, pontua Helena, que disse que estes trabalhos devem ser colocados em prática neste ano. “Será um ano de muito trabalho”.

Obras no trânsito

Santa Cruz está tendo uma grande expansão nos últimos anos, com os novos loteamentos habitacionais. Com isso, é preciso pensar em logística, infraestrutura e mobilidade, pois todas essas pessoas precisam se locomover para o trabalho e escola, por exemplo, fazendo com que o trânsito fique sobrecarregado. Para isso, a prefeitura lançou o projeto Mobilidade Humana, para melhorar a vida das pessoas no trânsito. No projeto, está incluído a construção do primeiro viaduto no bairro Arroio Grande, ciclovias, mudanças pontuais no trânsito e abertura de novas vias. As obras já iniciam no primeiro semestre. “Acredito que essas obras se estenderão até 2023, mas vai dar mais agilidade para nosso Município, e claro, onde essas obras ocorrem vai ter transtornos, mas depois de pronto o resultado com certeza vai compensar”, disse a prefeita.

Modernização do sistema da prefeitura e escolas

O sistema operacional de prefeitura se tornará mais tecnológico neste ano. Assim almeja a prefeita, que disse que deseja fazer uma Santa Cruz mais digital. “Vamos modernizar o Município, fazer processos mais modernos com um novo centro de TI que vai fazer com que toda prefeitura seja interligada. Esse é um processo que vamos começar neste ano e todo cidadão vai conseguir pegar seus documentos de forma mais ágil. Além disso, vamos saber rapidamente tudo o que acontece na prefeitura”.

A área da educação também será modernizada. Neste ano, as escolas municipais irão receber monitoramento eletrônico com reconhecimento facial, energia solar, chromebook e lousas digitais. “Isso acompanha a informatização global que queremos ter”, sublinha Helena. O programa Pacto pela Paz também estará presente nas escolas, evolvendo as secretarias de educação, segurança e social. “Tudo isso será um incentivo para os jovens estarem preparados para o mercado de trabalho”.

 


Foto: Ricardo Gais/Portal Arauto
Helena Hermany avalia seu primeiro ano de mandato à frente da prefeitura de Santa Cruz
Helena Hermany avalia seu primeiro ano de mandato à frente da prefeitura de Santa Cruz