Mostra Competitiva Nacional abre oficialmente Festival Santa Cruz de Cinema


Por: Portal Arauto
Publicado 30/11/2021 16:08
Atualizado 30/11/2021 17:10

Geral   ARTE

O 4º Festival Santa Cruz de Cinema, que começou nessa segunda-feira (29) com a Mostra Olhares Daqui, terá nesta terça-feira (30) a sua abertura oficial. Após cerimonial, que ocorrerá no Auditório Central da Unisc, o evento contará com os seis primeiros filmes da Mostra Competitiva Nacional. Serão, ao todo, 18 obras de diversos Estados, que concorrem entre si em 13 categorias. Após as exibições, ocorrem os debates com os realizadores das obras.

Os filmes da Mostra Competitiva Nacional podem ser assistidos gratuitamente (no dia seguinte às exibições) no site http://festivalsantacruzdecinema.com.br/filmes. Já os debates com os realizadores, serão realizados presencialmente no Auditório Central da Unisc.

Na sexta-feira (3) acontece a Cerimônia de Premiação e serão conhecidos os vencedores do Troféu Tipuana nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Filme pelo Júri Popular Auditório, Melhor Filme pelo Júri Popular Internet, Melhor Filme Gaúcho, Ator, Atriz, Direção, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Roteiro, Montagem, Trilha Sonora e Desenho de Som. Este momento, que acontece no Pátio da Proeza (R. Borges de Medeiros, 299), será transmitido ao vivo na página do Facebook do Festival.

Programação

Dia 30 de novembro, tem exibição dos filmes: Gosta de Poesia? de Eduardo Matos (SP), com classificação livre; Stone Heart de Humberto Rodrigues (AM), classificação livre; Entre, de Bruno Gissoni (RS), com classificação de 12 anos; Desvirturde, de Gautier Lee (RS), classificação 16 anos; 25 anos sem asfalto, de Fabi Andrade (SP), classificação 12 anos; e Fica Bem, de Klaus Hastenreiter (BA), classificação 12 anos.

Dia 1 de dezembro, tem exibição dos filmes: Copacabana Madureira, de Leonardo Martinelli (RJ), classificação 12 anos; Desencanto, de Richard Tavares (RS), classificação livre; Seremos Ouvidas, de Larissa Nepomuceno (PR), classificação livre; Dois Riachões: Cacau e Libertade, de Patrícia Moll e Fellipe Abreu (SP), classificação livre; e O amor é um cão do inferno, de Sacha Bali (RJ), classificação livre.

Dia 2 de dezembro, tem exibição dos filmes: Ser feliz no vão, de Lucas Rossi dos Santos (RJ), classificação Livre; Você tem olhos tristes, de Diogo Leite (SP), classificação livre; A destruição do Planeta Live, de Marcus Curvelo (BA), classificação 12 anos; Florêncio Guerra e seu cavalo, de Guilherme Suman (RS), classificação livre; Review, de Tyrell Spencer (RS), classificação 14 anos; e Inabitável, de Matheus Farias e Enock Carvalho (PE), classificação livre.

Dia 3 de dezembro, tem encerramento do evento e noite de premiação e serão conhecidos os vencedores do Troféu Tipuana nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Filme pelo Júri Popular Auditório, Melhor Filme pelo Júri Popular Internet, Melhor Filme Gaúcho, Ator, Atriz, Direção, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Roteiro, Montagem, Trilha Sonora e Desenho de Som


Foto: Divulgação
Serão, ao todo, 18 obras de diversos Estados, que concorrem entre si em 13 categorias
Serão, ao todo, 18 obras de diversos Estados, que concorrem entre si em 13 categorias