Marcelinho do Carmo é condenado a 14 anos por assassinato em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 24/11/2021 17:32
Atualizado 24/11/2021 17:59

Polícia   JUSTIÇA

Após horas de júri popular realizado nesta quarta-feira (24), o réu Marcelo do Carmo foi condenado a 14 anos de reclusão por homicídio qualificado. Ele, que foi absolvido da tentativa de homicídio contra o irmão da vítima Kevin Luan de Oliveira, confessou ser o mandante do assassinato de Denian Marcel de Oliveira, de 19 anos. O caso aconteceu em agosto de 2018. Já o réu Julis Samaroni de Oliveira, que respondia em liberdade pelo fato da participação dele ter sido considerada de menor importância para o crime na época, foi absolvido. O entendimento foi de que Julis não tinha vinculação com a facção.

Denian Marcel de Oliveira foi executado a tiros por uma dupla que tripulava um Fiat Palio de cor vermelha. Ele chegou a correr até a residência onde morava, momento em que a dupla o perseguiu e ainda disparou contra o irmão da vítima.

Os denunciados Anderson dos Santos Ramos e João Carlos Godoy, acusados da execução do homicídio, e Deividi dos Santos, denunciado por fornecer as armas, serão julgados em outra oportunidade.

Leia mais: 

Dois vão a júri popular pelo assassinato e tentativa de homicídio contra irmãos no bairro Várzea

Jovem de 19 anos morto a tiros será sepultado nesta quarta-feira


Foto: Guilherme Bica/Portal Arauto
Marcelinho foi condenado nesta quarta
Marcelinho foi condenado nesta quarta