Acusada de matar grávida para ficar com bebê será levada a júri nesta quarta-feira


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 24/11/2021 07:20
Atualizado 24/11/2021 07:22

Polícia   SANTA CATARINA

Será realizada nesta quarta-feira (24), às 8 horas, a sessão do Tribunal do Júri com a mulher acusada de matar a amiga para retirar um bebê de seu ventre, em agosto de 2020, no município de Canelinha, Santa Catarina. O julgamento vai ocorrer no plenário da Câmara de Vereadores de Tijucas, cuja entrada será controlada pela Polícia Militar. Em depoimento à Polícia Civil na época do crime, a mulher informou que teria matado a vítima com um golpe de tijolo na cabeça e usado um canivete para retirar o bebê do ventre da gestante. A mulher grávida saiu de casa de carona para participar de um chá de bebê surpresa. A acusada admitiu que teria contado à vítima a história do chá de bebê para atraí-la. Ainda conforme o depoimento, ao chegar no local, ela aproveitou o momento em que a vítima estava de costas para dar um golpe com tijolo na grávida. Ela disse que também estava grávida, mas que perdeu o bebê e não contou para os familiares por causa da expectativa que eles criaram.

Presa preventivamente, a ré foi pronunciada pelos crimes de feminicídio qualificado por motivo torpe, com emprego de meio cruel, mediante dissimulação e para encobrir outro crime. Também pelo crime de tentativa de homicídio qualificada pela impossibilidade de defesa (em relação ao bebê). Ela responderá, ainda, pelos crimes de ocultação de cadáver, parto suposto, subtração de incapaz e fraude processual. 

Relembre o caso: Grávida é assassinada e tem bebê retirado da barriga em Santa Catarina