Mutirão de combate ao Aedes Aegypti recolhe 10 cargas de caminhão de entulhos e lixo


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 22/11/2021 18:14
Atualizado 22/11/2021 18:25

Geral   SANTA CRUZ

Após um dia inteiro de vistorias em imóveis no Bairro Senai, no último sábado (20), a Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Sul, através da Vigilância sanitária, faz uma avaliação da força-tarefa de combate ao Aedes Aegypti realizada no local. 

Com cerca de 130 pessoas envolvidas e 1.030 imóveis inspecionados, o mutirão, que tinha por objetivo realizar um trabalho de limpeza e orientação aos moradores, incluiu visitas a domicílios, distribuição de material informativo, recolhimento de recipientes que poderiam acumular água, e aplicação de larvicida em pontos que poderiam oferecer riscos de proliferação do mosquito. 

Na avaliação da titular da pasta, Daniela Dumke, a repercussão da mobilização serve para alertar a população sobre a importância da prevenção. “É de suma importância o auxílio e comprometimento de toda a população. Temos que unir nossas forças trabalhando na prevenção. Precisamos entender que o combate ao Aedes depende do esforço de todos nós”, reafirmou. 

Ainda segundo ela, está previsto para dezembro mais um mutirão, em bairro a ser definido. “Vamos avaliar em qual dos bairros a incidência é maior e que pode oferecer riscos às pessoas, para definirmos como vamos atuar”, explicou.  

Nesta operação foram recolhidos 10 cargas de caminhão de entulhos e lixo e em 17 depósitos foram aplicados larvicida biológico. Na maioria dos pontos em que houve dificuldade de acesso, a equipe de fiscais conseguiu liberação para entrar no imóvel através de diálogo com os moradores. Em somente cincopontos houve a necessidade de abertura do local por um chaveiro. 

Segundo números da Vigilância Sanitária, só neste ano foram notificados 5.087 casos positivos. A maior parte deles nos meses de abril e maio. Outros 1.754 foram descartados. Atualmente, 12 casos aguardam resultado e há 2 positivos. Foram registrados cinco óbitos. Além disso, há quatro casos de zika confirmados. Além do Senai, os bairros com maior incidência do mosquito são Arroio Grande, Centro, Santa Vitória, Schulz, Bom Jesus e Ana Nery.

Realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, o mutirão contou com o apoio de 45 militares do 7º BIB, Guarda Municipal, Departamento de Fiscalização de Trânsito, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e diversas secretarias do município.


Foto: Luiz Fernando Bertuol
Mutirão foi realizado neste sábado
Mutirão foi realizado neste sábado